Baguete
InícioNotícias> Hering adota Qlikview para franquias

Tamanho da fonte:-A+A

BI

Hering adota Qlikview para franquias

Júlia Merker
// sexta, 06/05/2016 15:22

A Hering adotou o sistema Qlikview em um projeto desenvolvido e implementado pela Nórdica Software. O objetivo foi possibilitar que as franquias da rede aprimorassem sua operação com ferramentas de análise de dados e de comportamento do consumidor.

Sandro Bertotti, CIO da Hering. Foto: Baguete.

Entre lojas próprias e franquias, a Hering soma mais de 820 pontos de venda no Brasil. As cinco marcas da empresa (Hering, PUC, Hering for Kids, Hering for You e Dzarm) também estão presentes em 18 mil estabelecimentos multimarcas.

As franquias, alvos do projeto de implementação do Qlikview, são responsáveis hoje por 39,7% das vendas da Cia Hering. Já as lojas próprias registram 14,1% das vendas, enquanto os pontos multimarcas ficam com 44,5%. 

Fundado há cerca de um ano, o e-commerce da marca é responsável por 1,7% das vendas, com a meta de chegar a 5% em dois anos.

Para desenvolver um projeto de BI, a Hering estudou, além do Qlikview, os sistemas SAP BW e IBM Cognos. A opção pela Qlik levou em consideração a menor complexidade e menores custo e tempo de implementação.

A Nórdica foi a escolhida para o projeto por já ter trabalhado em projetos de varejo com a integração do Qlikview com o ERP da Linx, utilizado pela Hering para a gestão das lojas. Na área de operações corporativas, a empresa é cliente do sistema de gestão da SAP.

O desenvolvimento do projeto foi feito entre setembro de 2014 e janeiro de 2015, quando a empresa iniciou os treinamentos para uso da ferramenta entre 54 consultores da marca, que tem contato direto com as franquias.

Em junho de 2015, após as lojas conhecerem a ferramenta por meio dos consultores, a Hering abriu o projeto para adoção das franquias, que pagam pela licença de uso do Qlikview.

Hoje, 86 grupos empresariais, responsáveis por cerca de 55% das lojas franqueadas da marca, já adotaram o sistema. Com isso, a empresa conta com mais de 200 usuários utilizando a ferramenta.

“Com a adoção, as lojas conseguem melhorar sua gestão com as análises de dados e comportamento. Um dos benefícios é passar a sugerir para os clientes um segundo item que costuma ser comprado junto por clientes que adquirem a peça já escolhida”, relata Sandro Bertotti, CIO da Hering.

Uma segunda etapa do projeto com a Qlik, finalizada em janeiro, adicionou ao sistema novos templates para análises de controle de estoque e indicadores de velocidade de vendas.

Após a adoção do Qlikview, a Hering registrou aumento de 2% na receita das vendas pelo canal de franquias.

A Hering possui mais de 8 mil colaboradores. Com sede em Blumenau, a empresa conta com um escritório em São Paulo. A companhia conta com 11 plantas industriais e 2 centros de distribuição.

Em 2015, as vendas brutas da companhia totalizaram R$ 1,9 bilhão, retração de 5,5% em relação ao ano anterior. Já o lucro bruto caiu 14,5%, ficando em R$ 627 milhões.

A Nórdica é uma das três distribuidoras da Qlik no Brasil, junto com Toccato e Inteligência de Negócios (IN). Com operação em São Paulo, a Nórdica tem mais de 500 clientes.

Já a catarinense Toccato tem mais de 700 clientes e uma rede de 70 parceiros no país. A IN tem mais de 500 clientes e sede em São Paulo, além de filiais em Porto Alegre, Recife, Salvador e Brasília. 

A Inteligência de Negócios é a única distribuidora da Qlik que divulga dados de faturamento. No ano passado, alcançou receita de R$ 39 milhões, alta de 19%, em comparação com 2014.

* Júlia Merker cobriu o Qlik Qonnections 2016 em Orlando a convite da Qlik.

Júlia Merker