InícioNotícias> TIM e GVT podem juntar operações

Tamanho da fonte:-A+A

FUSÃO?

TIM e GVT podem juntar operações

Leandro Souza // sexta, 07/02/2014 16:01

O grupo francês Vivendi é o novo player a entrar no meio do conturbado caso da TIM no Brasil. Depois de rumores de venda, de fatiamento da empresa, devido a impossibilidade de Telefonica manter sua participação da operadora móvel, agora surge a possibilidade da TIM e GVT fundirem suas operações.

TIM e GVT se aproximam. Foto: divulgação.


Segundo informa o Estadão, um alto executivo do grupo italiano teve conversas preliminares com a direção da Vivendi, que desde 2012 cogita o plano de passar adiante sua operação de telefonia no Brasil.

De acordo com fontes ligadas à TIM, o plano com a Vivendi agradou principalmente os acionistas minoritários da companhia, que querem a redução da participação dos espanhóis no grupo italiano.

No ano passado, a Telefonica - que controla a Vivo no Brasil - investiu € 324 milhões para aumentar de 46% para 66% a sua participação na holding Telco, que é dona da Telecom Itália.

No entanto, essa mudança não foi bem vista no Brasil pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que considerou a mudança uma forma de concorrência irregular.

No entanto, mesmo com o rumor ecoando de forma positiva entre os acionistas da Telecom Itália e da Vivendi, as duas empresas não comentaram a possibilidade de fusão.

Segundo analistas, a união das duas empresas daria à NET, uma das principais empresas de TV por assinatura e telefonia fixa no país, um concorrente ainda mais forte.

A GVT pode se beneficiar da carteira recheada de clientes da TIM - a segunda maior em market share no país, atrás da Vivo - e a TIM teria como vantagem o acesso à estrutura de fibra da GVT no país.

No entanto, nem tudo são ganhos. Como ambas as empresas passam por dificuldades financeiras, a fusão criaria uma supercompanhia, mas sem poder de investimentos substanciais para reforçar a operação.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
Teletex

Num ambiente corporativo é preciso baixo custo e facilidade de implementação de soluções que consolidem as aplicações e atendam aos requisitos dos dados de uma empresa. A Teletex 360º IT solutions, a Cisco, a NetApp e a VMware se uniram para entregar o FlexPod® Express ─ uma única plataforma, prática, simples e convergente para gerenciar toda infraestrutura.

Martin Casado, vice-presidente sênior da Unidade de Negócios de Rede e Segurança da VMware, explica que a tecnologia por trás de redes definidas por software proporciona flexibilidade, agilidade e segurança. Casado expõe que, “costumava pensar que hardware seria a coisa mais difícil de mudar em redes corporativas. Descobriu que as mentalidades e estruturas organizacionais são os maiores obstáculos.” Casado é o criador do NSX, tecnologia disponível no produto SDN da VMware.

Teletex
Teletex - Site Teletex - Facebook Teletex - Blog Box2U