InícioNotícias> Philip Morris unifica produção em Santa Cruz

Tamanho da fonte:-A+A

R$ 135 MILHÕES

Philip Morris unifica produção em Santa Cruz

Gláucia Civa // segunda, 08/04/2013 11:55

A Philip Morris Brasil centralizou toda a sua fabricação de cigarros em Santa Cruz do Sul, a 150 quilômetros de Porto Alegre,  concluindo um projeto que consumiu R$ 113,5 milhões em investimento em uma nova unidade.

Uma das marcas mais conhecidas da Philip Morris, que centralizou produção brasileira em Santa Cruz. Foto: Tumblr.com/cowboykillers

O novo prédio inclui linha de montagem, laboratórios de análise e gráfica para as embalagens, totalizando 40 mil m2 e empregando 1,6 mil colaboradores.

O presidente da Philip Morris Brasil, Amâncio Sampaio, comenta que o processo de verticalização das operações no país começou em 2010, desde quando a empresa compra o tabaco de cerca de 17 mil produtores do Sul.

Na sequência veio a abertura de unidades de negócios em Santa Cruz do Sul, Araranguá, Canoinhas, Maravilha e Ituporanga – estas últimas quatro, todas em Santa Catarina.

Hoje, a Philip Moris tem 16% de participação no mercado nacional, e vende 25 bilhões de cigarros por ano no país.

Com a nova unidade, a fábrica de Santa Cruz do Sul será responsável por 100% desta produção, além de um tanto a ser exportado.

No Brasil, a empresa também tem sede administrativa em Curitiba e escritórios em São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Campinas, Salvador, Brasília, Florianópolis, Belo Horizonte e Recife.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
Teletex

Num ambiente corporativo é preciso baixo custo e facilidade de implementação de soluções que consolidem as aplicações e atendam aos requisitos dos dados de uma empresa. A Teletex 360º IT solutions, a Cisco, a NetApp e a VMware se uniram para entregar o FlexPod® Express ─ uma única plataforma, prática, simples e convergente para gerenciar toda infraestrutura.

Martin Casado, vice-presidente sênior da Unidade de Negócios de Rede e Segurança da VMware, explica que a tecnologia por trás de redes definidas por software proporciona flexibilidade, agilidade e segurança. Casado expõe que, “costumava pensar que hardware seria a coisa mais difícil de mudar em redes corporativas. Descobriu que as mentalidades e estruturas organizacionais são os maiores obstáculos.” Casado é o criador do NSX, tecnologia disponível no produto SDN da VMware.

Teletex
Teletex - Site Teletex - Facebook Teletex - Blog Box2U