Baguete
InícioNotícias> Pfizer tem desafio de inovação em saúde

Tamanho da fonte:-A+A

STARTUPS

Pfizer tem desafio de inovação em saúde

Júlia Merker
// segunda, 08/08/2016 15:48

A 2ª edição do prêmio Desafio Pfizer vai selecionar três startups nacionais de saúde digital para um programa de mentoria com executivos da empresa no Brasil e nos Estados Unidos. 

A 2ª edição do Desafio Pfizer vai premiar três startups nacionais de saúde digital. Foto: Divulgação.

A iniciativa, promovida em parceria com a Berrini Ventures, aceleradora de startups na área da saúde, está com inscrições abertas por meio do site do desafio até o dia 4 de setembro.

“O sucesso obtido no lançamento do prêmio em 2015 nos motivou a planejar uma nova edição. Para a Pfizer, essa é uma grande oportunidade de impulsionar o desenvolvimento de produtos e soluções que ajudem a melhorar a prática médica”, afirma o diretor comercial da Pfizer, Vagner Pin.

Startups brasileiras de três etapas podem participar: early-stage (em fase inicial de desenvolvimento), commitment (empresas já constituídas, com solução em uso beta por usuários) e scalling (com produtos finalizados e em crescimento expressivo no número de clientes). 

Entre as empresas inscritas, 12 serão selecionadas para apresentar seus projetos a uma banca multidisciplinar formada por executivos da Pfizer, da Berrini Ventures e de hospitais e empresas da área de saúde.

As três vencedoras serão anunciadas no dia 27 de setembro, durante o Hospital Innovation Show, em São Paulo. Os três primeiros colocados participarão do ciclo de aceleração da Berrini Ventures. 

Globalmente, desde 2004, a Pfizer investe em empresas inovadoras em todo o mundo por meio da Pfizer Venture Investments, seu braço em Venture Capital.

A primeira edição do Desafio Pfizer foi realizada no ano passado. Os quatro vencedores foram LinCare (que desenvolveu uma pulseira inteligente para monitoramento de idosos), Epistemic (com um projeto de dispositivo para detecção antecipada de surtos epilépticos), DoctorID (tecnologia para gestão de escalas e plantões médicos) e Clever Care (solução para monitoramento de pacientes a distância).

Júlia Merker