Baguete
InícioNotícias> Investimento industrial vai gerar 12 mil empregos em SC

Tamanho da fonte:-A+A

FIESC

Investimento industrial vai gerar 12 mil empregos em SC

Gláucia Kirch
// segunda, 16/07/2012 10:08

Os investimentos de cerca de R$ 3,6 bilhões previstos pela indústria catarinense para o triênio 2012-2014 vão gerar 17 mil empregos, dos quais 12 mil serão no próprio estado e sete mil fora dele.

O dado é da publicação Desempenho e Perspectivas da Indústria Catarinense, divulgado pela Fiesc com apoio do BRDE.

Conforme o estudo, o maior número de postos de trabalho será gerado pelo setor de máquinas, aparelhos e materiais elétricos.

Já os setores industriais catarinenses que preveem mais investimentos nos próximos três anos são: alimentos; celulose e papel; máquinas, aparelhos e materiais elétricos e metalurgia.

Os recursos serão aplicados na aquisição de máquinas e equipamentos, na atualização tecnológica (modernização), na ampliação da capacidade produtiva e na melhoria da qualidade dos produtos.

Na avaliação do presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, o valor de investimentos previstos, quando se concretizar, será maior do que o inicialmente anunciado, pois quando o levantamento foi realizado muitas empresas ainda não tinham programado os valores para 2013 e 2014.

“Apesar da conjuntura de crise e de baixo crescimento do PIB, o industrial do estado mantém os investimentos como sinal de confiança na economia”, afirma Côrte. “Os investimentos gerarão empregos que vão irrigar a economia, permitindo crescimento sustentável”, reforça.

Ainda de acordo com o estudo, as principais fontes dos recursos para os novos investimentos serão: 39% de capital próprio; 33% de bancos de fomento; 13% de bancos privados nacionais e 10% bancos de fomento via bancos privados nacionais.

A pesquisa destaca, ainda, a intenção das indústrias em aumentar a captação em bancos de fomento.

Em 2011 as empresas captaram, nestas instituições, 19% dos recursos. Agora preveem captar 33%.

Para 2012, a previsão de investimentos industriais é 15% maior do que foi realizado em 2011, totalizando R$ 1,99 bilhão. Em Santa Catarina, ficarão 80% dos aportes.

O levantamento foi realizado com 126 indústrias e mostra que a proporção de companhias que investiu no ano passado (78%) foi menor que os 83% registrados em 2010.

No entanto, o valor investido em 2011, R$ 1,72 bilhão, foi 27% maior que o realizado em 2010 (R$ 1,35 bilhão).

O trabalho Desempenho e Perspectivas é realizado desde 2000 e está na 12ª edição.

A publicação é dividida em dois capítulos: um trata dos investimentos da indústria até 2014 e o outro faz um panorama da economia em 2011 e traz as perspectivas para 2012. A coleta dos dados foi realizada de fevereiro a abril de 2012.
 

Gláucia Civa Kirch