Baguete
InícioNotícias> Canoas informatiza saúde com MV

Tamanho da fonte:-A+A

RIO GRANDE DO SUL

Canoas informatiza saúde com MV

Júlia Merker
// sexta, 23/09/2016 15:15

A Secretaria Municipal de Saúde de Canoas, município da região metropolitana de Porto Alegre, está em fase de implantação de soluções da MV para gestão da informação. O contrato foi assinado em abril e tem valor total de R$ 1,87 milhão, válido por dois anos.

Projeto da MV em Canoas redesenhou o fluxo de atendimento em 45 unidades de saúde. Foto: Prefeitura de Canoas.

O objetivo do projeto é agilizar a prestação dos serviços públicos de saúde a mais de 340 mil habitantes. Com algumas etapas já concluídas, o projeto redesenhou o fluxo de atendimento nas 45 unidades de saúde.

Desenvolvido para atender especificamente às necessidades de Canoas, o novo módulo gerenciador de filas organiza por ordem cronológica consultas, procedimentos, demandas de vacinação e odontologia, além de permitir que os profissionais de saúde monitorem o atendimento aos cidadãos e realizem as chamadas por painéis de forma identificada.

Com isso, a rede evita o acúmulo de pessoas nas recepções, problema antes frequente nas unidades em Canoas.

Outra fase concluída foi a automação de processos no Centro de Assistência Farmacêutica, que acabaram com as dificuldades no gerenciamento de medicamentos e perda de tempo com preenchimento de planilhas. 

As soluções da MV facilitaram as movimentações de estoque, a segurança na dispensação e o controle de lote, validade e apresentação dos produtos.

Em relação ao serviço de imunização, além de acesso ao histórico de vacinação dos cidadãos, a informatização do processo está permitindo que as equipes visualizem o descritivo de vacinas, em que, além de lote e validade, constam dados sobre administração e aprazamento para aplicação de reforço ou outras vacinas.

O projeto da MV em Canoas está atualmente em processo de implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) nas unidades de atenção básica. O objetivo é reunir, em um único ambiente on-line, informações clínicas e assistenciais dos atendimentos aos cidadãos.

A iniciativa também seguirá com a implantação de soluções para as áreas odontológica e ambulatorial e para a Central de Regulação, que vai controlar o fluxo de atendimento, evitando a superlotação das unidades de saúde pela distribuição mais equitativa de pacientes. 

Outra novidade ocorrerá no Teleagendamento. A substituição do sistema já existente possibilitará a total integração com os demais serviços de saúde. 

A MV também está contribuindo para facilitar a emissão do Cartão Canoas Saúde. Utilizado no município desde 2012, o recolhimento de dados para a produção do cartão ocorria de forma manual. 

A partir da integração das soluções MV ao Sistema de Cadastramento de Usuários do SUS (CADSUS), o processo ganhou agilidade. Hoje são gerados por dia cerca de 400 novos cartões.

A MV é uma das maiores empresas de software para saúde no país, com mais de 1 mil clientes no Brasil, na África e na América Latina. Na gestão de saúde municipal, são cerca de 170 clientes, como Votuporanga-SP, Toledo-PR, Osório-RS e Santa Maria-RS.

Em 2014, a MV alcançou uma receita líquida de R$ 161 milhões no ano passado, alta de 20% frente a 2013. A meta anunciada para 2015 foi de crescer novamente 20%, chegando a R$ 193 milhões, mas o resultado não foi divulgado.

Para 2015, a empresa divulgou apenas a receita bruta, de R$ 175 milhões.

Júlia Merker