Baguete
InícioNotícias> Está pronto o primeiro aeromóvel

Tamanho da fonte:-A+A

CONFIRA

Está pronto o primeiro aeromóvel

Maurício Renner
// quarta, 24/10/2012 09:41

A Aeromovel Brasil S.A divulgou nesta terça-feira, 23, as primeiras fotos do aeromóvel que funcionará em Porto Alegre entre o aeroporto Salgado Filho e a estação Aeroporto do Trensurb.

O chamado A-100 está sendo finalizado na fábrica da T’Trans Sistemas de Transportes S.A. em Três Rios, no Rio de Janeiro.

São dos dois veículos que farão o trajeto de 998 metros entre em apenas 90 segundos. O projeto está orçado em R$ 33,8 milhões e tem previsão de conclusão até o fim do primeiro semestre de 2013.

O A-100, com capacidade para 150 passageiros, teve sua fabricação concluída no dia 15 de outubro e o A-200, com capacidade para 300 passageiros, encontra-se em estágio avançado de montagem.

Em breve, em Porto Alegre. Foto: Trensurb.


Confira como vai ser o aeromóvel por dentro

Enquanto isso, em Porto Alegre, segue a construção dos dois terminais do aeromóvel, um junto à Estação Aeroporto da Trensurb, com cerca de 170 metros quadrados, e outro junto ao edifício-garagem do Aeroporto Salgado Filho, com cerca de 430 metros quadrados.

Desenvolvido pelo Grupo Coester, de São Leopoldo, o aeromóvel é um meio de transporte automatizado, em via elevada, que utiliza veículos leves de propulsão é pneumática – o ar é soprado por ventiladores industriais de alta eficiência energética, por meio de um duto localizado dentro da via elevada.

O vento empurra uma aleta (semelhante a uma vela de barco) fixada por uma haste ao veículo, que se movimenta sobre rodas de aço em trilhos.

EM NOVO HAMBURGO?
Depois de anos confinado a uma rota experimental em Porto Alegre partindo do Gasômetro e chegando às proximidades da Câmara de Vereadores, parece que o aeromóvel vai decolar como um sistema de transporte em extensões limitadas.

A prefeitura de Novo Hamburgo solicitou na semana junto à Trensurb um estudo de viabilidade técnica para implantação de uma linha na cidade.

A linha começaria na Estação Fenac, passando pela Fenac, pela Fundação Liberato e pelo futuro Centro de Inovação e Tecnologia (CIT).

Maurício Renner
COMENTÁRIOS ANTERIORES
Jeferson

postado em: 25/10/2012 - 14:26

Muito legal! Sou realmente muito favorável a adoção de tecnologias modernas e sustentáveis para transporte público. Só me pergunto porque um veículo para fazer esse trajeto (90 segundos) precisa de capacidade para 300 pessoas. Imaginem 300 pessoas esperando AO MESMO TEMPO na estação Trensurb para ir ao aeroporto. Pense no custo x benefício.