InícioNotícias> Hospital Moinhos de Vento: TI cheia de saúde!

Tamanho da fonte:-A+A

Hospital Moinhos de Vento: TI cheia de saúde!

Gláucia Civa // sexta, 29/07/2011 13:40

O Hospital Moinhos de Vento vai investir R$ 3,5 milhões em TI este ano.

Mário Torcato

O aporte vai permitir que a estrutura de tecnologia acompanhe a expansão da instituição porto-alegrense, que só este ano aumentou de 333 para 377 o número de leitos, com previsão de chegar a 390 até dezembro, além de ampliar a maternidade para três andares.

A expansão exigiu, por exemplo, ampliação da área de armazenamento e do parque de desktops: no que vai de ano, o HMV adquiriu um storage e nove servidores Dell, virtualizou outros 30 servers em um projeto com a Gruppen e comprou 200 novos PCs da Positivo.

Do orçamento total destinado à TI, R$ 1,1 milhão vai para o desenvolvimento de um novo sistema Rispacs, focado no tratamento de imagens médicas.

Hoje, o hospital já usa uma solução do tipo, mas vai migrar para outra, da Carestream, que permitirá disponibilizar exames por imagem à toda a rede interna.

Com isso, os médicos da casa poderão avaliar e laudar os exames a partir de seus próprios computadores, disponibilizando os resultados para os pacientes muito mais rapidamente.

Só para este sistema foram dedicados dois dos servidores Dell, além de um storage, do parque adquirido este ano.

Outros R$ 160 mil serão destinados a um software para gestão de doses unitárias na farmácia do hospital.

A solução já está em desenvolvimento pela MV, que fornece o ERP utilizado pela instituição desde 2007, e vai ajudar a gerir a expedição das exatas doses de medicações prescritas pelos médicos para cada paciente.

A MV também vem trabalhando na avaliação de outro módulo para o HMV, este focado em classificação de risco no setor de emergência.

Uma ferramenta para controle da área de rouparia também está no escopo.

“Também estamos em processo de aquisição de 54 palmtops  MC75 da Motorola, nos quais será instalado um aplicativo da MV para checagem à beira de leito”, explica o gestor de TI do hospital, Mário Torcato.

Segundo ele, o piloto da solução já está em funcionamento em dois palms. A meta é estar com todos os 54 em uso até o fim deste ano.

E os investimentos na TI não param: o HMV também deu o pontapé inicial na digitalização de 100% de seus prontuários, que hoje são armazenados em papel em um depósito localizado em um prédio específico para esta função, à parte do hospital.

O contrato para o projeto de GED já foi fechado com a Orion, de São Paulo, e a previsão é de conclusão da digitalização no segundo semestre de 2011.

“Com o tempo, nossa meta é ter tudo digitalizado, eliminando os prontuários em papel. Depois disso, iniciaremos a recuperação de legado”, conta Torcato. “É um trabalho extenso e que exige cuidado, afinal, são 84 anos de atendimento”, complementa.

Ainda para este ano, outro projeto está previsto na TI da instituição gaúcha: a virtualização de desktops, principalmente focada nas unidades remotas, localizadas na Restinga e no shopping Iguatemi.

“Deverão ser virtualizados em torno de 100 desktops”, finaliza o gerente de TI.

Na Restinga também está em estudo desde agora a estrutura de rede para o novo hospital que o HMV irá inaugurar no bairro em 2013.

Equipe
O time interno de TI do Moinhos de Vento conta com 20 pessoas, incluindo oito desenvolvedores que trabalham em aplicativos para demandas específicas, não abrangidas pelo portfólio dos fornecedores.

Os colaboradores também prestam suporte de primeiro nível.

Conforme Torcato, que está no HMV há cinco anos, o desenvolvimento interno utiliza plataforma .Net.

Além disso, todas as soluções de backoffice da instituição são Microsoft. Já o banco de dados é o Oracle.

Que saúde!
Só no setor de software para gestão hospitalar, a TI para a área de saúde deverá crescer seis vezes nos próximos cinco anos.

O dado foi apurado pelo jornal Valor Econômico junto a fabricantes do mercado brasileiro.

Conforme a reportagem, o segmento de software de gestão hospitalar responde, hoje, por 2% da indústria de software nacional, movimentando R$ 500 milhões por ano.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
Teletex

A Teletex 360º IT solutions participará do III Workshop de Tecnologia de Redes do Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina e da Rede Metropolitana de Educação e Pesquisa da Região de Florianópolis (III WTR PoP-SC/REMEP-FLN). Esse workshop tem o objetivo de promover o encontro dos gestores e técnicos da área de tecnologia da informação das instituições participantes.

Num ambiente corporativo é preciso baixo custo e facilidade de implementação de soluções que consolidem as aplicações e atendam aos requisitos dos dados de uma empresa. A Teletex 360º IT solutions, a Cisco, a NetApp e a VMware se uniram para entregar o FlexPod® Express ─ uma única plataforma, prática, simples e convergente para gerenciar toda infraestrutura.

Teletex
Teletex - Site Teletex - Facebook Teletex - Blog Box2U