InícioNotícias> Doux blindada no Brasil com Trend Micro

Tamanho da fonte:-A+A

Doux blindada no Brasil com Trend Micro

Gláucia Civa // sexta, 30/09/2011 09:45

A Doux Frangosul, empresa sediada em Montenegro que atua na criação e distribuição de aves de corte, congelados e embutidos, blindou contra ameaças virtuais uma rede de 1 mil máquinas responsáveis pelo controle de suas estruturas de produção, fábricas, abatedouros e incubatórios no Brasil.

Baseado em soluções da TrenMicro, o projeto iniciou em 2010 e se prolongou por 2011, somando investimento em torno de R$ 40 mil.

Além das licenças, o valor investido compreende as fases de treinamento e instalação dos softwares, realizadas pela curitibana Teletex.

O pacote de ferramentas inclui: InterScan Messaging Security Suite (anti- spam, phishing e malwares), OfficeScan (firewall de detecção de ameaças e sites maliciosos para estações e servidores) e Intrusion Defense Firewall (plug-in para o OfficeScan com firewall IPS/IDS e correções automáticas de vulnerabilidades).

Conforme Luciano Borges Lopes, gerente de infraestrutura do Grupo Doux, a evolução foi necessária porque a troca de e-mails entre as 20 sedes da companhia no Brasil gerava um fluxo intenso de spams, que consumia muitos recursos dos servidores, desktops e notebooks, causando lentidão.

“Além disso, a entrada de lixo eletrônico expunha cerca de 70% das máquinas a todo tipo de ataque”, afirma o executivo.

Outro ponto era a divergência de sistemas operacionais, uma vez que havia versões de Windows 95, 98, 2000 e XP dessincronizadas entre si.

“Precisávamos de uma solução confiável, com atualização automática, que padronizasse o sistema e centralizasse a gestão”, destaca Lopes.

Hoje, com o sistema de segurança atualizado, a Doux registrou aumento de performance de 10% a 15% em todas as máquinas.

Além disso, 95% dos e-mails atualmente recebidos pela companhia são spams, mas tudo é filtrado pelo InterScan antes de atingir as caixas corporativas.

“Todas estas informações são fornecidas por relatórios da Trend Micro, que facilitam as decisões tomadas pelo departamento de TI”, destaca Lopes. “Outro benefício foi a centralização da administração em uma única console web para cada ferramenta”, complementa.

Com isso, segundo o executivo, aumentou a produtividade de colaboradores de todos os segmentos do grupo, que agora projeta novos investimentos envolvendo tanto TrendMicro, quanto Teletex.

“Cerca de 70% de nossos servidores estão na nuvem privada, por isso prevemos algum investimento na área de virtualização”, acredita o gerente de Infraestrutura.

Remexida na TI

Borges Lopes assumiu a gestão de TI da Doux Frangosul, ao lado de Rogério Vargas, que é gerente de Sistemas, há cerca de um mês, quando o CIO da companhia, Rafael Nicolela, deixou o cargo.

O CIO estava na companhia de Montenegro há cerca de dez anos, e partiu para assumir a gerência geral Administrativa da Stemac, em Porto Alegre.

A empresa

Resultado da compra da gaúcha Frangosul pela Doux em 1998, a Doux Frangosul é a terceira maior fabricante de produtos à base de frango do país, atrás de BR Foods e Marfrig. 

Em junho do ano passado, e empresa vendeu seus ativos de peru à Marfrig Alimentos por R$ 65 milhões. A operação representava 6% do abate total da empresa no Brasil.

Teletex
A integradora paranaense também fechou com a Doux Frangosul um contrato de suporte pró-ativo de pós-venda aos produtos TrenMicro.

"A meta é manter as soluções sempre atualizadas", afirma Lopes.

Além da sede curitibana, a Teletex também tem filiais em Londrina, Joinville, São José e Porto Alegre, empregando 200 colaboradores.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
Teletex

Num ambiente corporativo é preciso baixo custo e facilidade de implementação de soluções que consolidem as aplicações e atendam aos requisitos dos dados de uma empresa. A Teletex 360º IT solutions, a Cisco, a NetApp e a VMware se uniram para entregar o FlexPod® Express ─ uma única plataforma, prática, simples e convergente para gerenciar toda infraestrutura.

Martin Casado, vice-presidente sênior da Unidade de Negócios de Rede e Segurança da VMware, explica que a tecnologia por trás de redes definidas por software proporciona flexibilidade, agilidade e segurança. Casado expõe que, “costumava pensar que hardware seria a coisa mais difícil de mudar em redes corporativas. Descobriu que as mentalidades e estruturas organizacionais são os maiores obstáculos.” Casado é o criador do NSX, tecnologia disponível no produto SDN da VMware.

Teletex
Teletex - Site Teletex - Facebook Teletex - Blog Box2U