Michael Thompson, SolarWinds.

Qual administrador de TI nunca se perguntou, "Será que ainda terei um emprego se minha empresa adotar a nuvem?" Se você deixar de lado toda a discussão on-line dos prós e contras da virtualização no local vs. nuvem externa, e quando e onde uma ou outra abordagem faz sentido, a resposta rápida é que o emprego de administrador de TI no local muito provavelmente desaparecerá. A questão é: em quanto tempo?

Embora seja quase certo que empregos de administradores de TI voltados para sistemas locais permanecerão por muitas décadas mais, da mesma maneira que existem administradores de mainframe, a longevidade e as perspectivas de carreira daqueles que se agarrarem à antiga tecnologia serão cada vez menores. Como acontece muitas vezes, mudanças podem significar oportunidades para aqueles dispostos a abraçá-las e a se dedicar ao trabalho árduo e doloroso de adaptar suas qualificações. 

Empresas e gerências estão tão confusas como qualquer outro a respeito de como passar pela transição da computação tradicional para a computação em nuvem, e o profissional TI que puder liderar a empresa ao longo das várias opções terá um papel de liderança no novo ambiente em nuvem. 

Mas como ir daqui até ali? Estas são cinco estratégias chave para se adaptar ao novo mundo da TI em nuvem.

 

1. Aprenda as tecnologias de SaaS, PaaS e IaaS

Tanto o IaaS (Infraestrutura como Serviço), como o PaaS (Plataforma como Serviço) e o SaaS (Software como Serviço) têm um número assustador de opções disponíveis. Como ponto de partida, você precisa conhecer profundamente as principais opções tecnológicas aplicáveis a sua empresa. Uma empresa pequena que usa todos os aplicativos em pacote e padronizados provavelmente será uma boa candidata a aplicativos de SaaS, portanto, aprenda os prós e os contras desses sistemas.  Operações maiores de TI que usam uma gama de aplicativos personalizados e em pacote terão mais oportunidades. Saber como usar as diversas opções tanto de IaaS como de PaaS de empresas como Amazon, Rackspace, Microsoft e Google será uma base necessária. E aprenda tanto a criar e implementar soluções nesses ambientes como você pode garantir que o desempenho e os requisitos do contrato de nível de serviço sejam atendidos.

 

2. Aprenda novas habilidades (por exemplo, segurança)

A nuvem traz um novo conjunto de preocupações e prioridades para as empresas. Por exemplo, em uma interessante análise da Forbes sobre os anúncios de empregos relacionados à nuvem intitulada "Where Cloud Computing Jobs Are Today" (Onde estão os empregos na nuvem hoje), Louis Columbus constatou que as dez mais solicitadas qualificações eram:

Informações Compartimentadas Confidenciais de Alto Sigilo (863 anúncios)

Profissional Certificado de Segurança em Sistemas de Informação (CISSP) (385 anúncios)

Profissional de Gestão de Projetos (PMP) (209 anúncios)

Associado de Redes Certificado Cisco (CCNA) (193 anúncios)

Engenheiro de Sistemas Certificado Microsoft (MCSE) (180 anúncios)

Experiência em HIPAA (Lei de Portabilidade e Responsabilidade de Seguros de Saúde (156 anúncios)

Experiência em linguagens de programação de Gestão de Processos de Negócios (BPM) (137 anúncios)

Administrador de sistemas EMC (130 anúncios)

Profissional Certificado de VMware (VCP) (109 anúncios)

Profissional de Redes Certificado Cisco (CCNP) (108 anúncios)

 

Observe que as duas primeiras certificações relacionadas a segurança foram solicitadas em maior número que todas as outras certificações da lista combinadas, refletindo a principal preocupação das empresas em relação à nuvem: segurança! Não é necessariamente verdade que a nuvem seja menos segura que sistemas locais, mas os riscos de segurança e, consequentemente, as ferramentas e processos de segurança, na nuvem são, de certo modo, diferentes. O fundamental é entender o novo modelo. Entender as opções de design da nuvem e as ferramentas de segurança não apenas o capacitará a fornecer uma solução forte, como também aumentará a confiança dos líderes da empresa.

 

3. Integração de aplicativos

Usando uma gama de serviços de IaaS, PaaS e SaaS em nuvem de múltiplos fornecedores oferecerá à empresa um conjunto básico de serviços, mas esses sistemas ainda terão que ser integrados e adaptados para que operem em conjunto. Um aplicativo personalizado pode precisar retirar dados do Salesforce.com e enviar informações para um sistema de gestão empresarial. Assim, a habilidade de integrar e gerenciar dados e sistemas entre uma gama de sistema em nuvem e locais em aplicativos híbridos será uma qualificação essencial.

 

4. Ligações aos negócios

A capacidade de se adaptar a necessidades comerciais em rápida mudança (ou seja, agilidade) é a principal motivação por trás da adoção da nuvem. Do mesmo modo, a capacidade de entender os objetivos comerciais e correlacioná-los a requisitos e operações de TI é uma habilidade chave de liderança que as empresas exigirão para alcançar essa maior agilidade. Essa habilidade é particularmente importante já que aplicativos de SaaS permitem que mais decisões de TI sejam tomadas por executivos sem os níveis atuais de dependência em TI. Ser capaz de compreender a implementação, as operações, a gestão, a integração e a segurança de sistemas em nuvem, no contexto dos requisitos da empresa será, de fato, uma habilidade valiosa.

 

5. Seja um líder, não um seguidor

Assim como acontece com qualquer grande mudança de tecnologia, haverá ganhadores e perdedores. Se sua empresa estiver pensando em mover alguns sistemas para a Amazon, se ofereça para liderar o projeto. Embora seja possível aprender muitas das habilidades acima fora do seu emprego, é muito mais fácil manter essa prioridade se ela fizer parte do seu emprego. Mesmo que esse trabalhe signifique uma redução nas suas responsabilidades atuais, boas empresas muitas vezes podem encontrar funções para pessoas inovadoras. E, caso isso não aconteça, várias outras empresas buscarão por profissionais com essa experiência.

Desde o primeiro dia, empregos de TI envolvem aprender e se adaptar a novas tecnologias. A nuvem é apenas uma das ondas de tecnologia que têm impacto sobre a TI, como várias antes e muitas outras no futuro. Adquirir novos conhecimentos enquanto se trabalha pode ser muito esforço, mas, se você estiver preocupado com suas perspectivas de carreira a longo prazo, a compensação pelo trabalho extra pode ser enorme.

* Por Michael Thompson, SolarWinds