Baguete
InícioArtigos> A terceirização reduz custos e otimiza infra-estrutura de TI

Tamanho da fonte:-A+A

A terceirização reduz custos e otimiza infra-estrutura de TI

Rodrigo.Losina@alfamidia.com.br // quinta, 18/08/2005 04:21

Ao contrário do que a grande maioria dos consumidores de TI ainda supõe, outsourcing, ou seja, serviços de terceirização, além de vantajosos economicamente, estão crescendo exponencialmente dentro das organizações onde os vários serviços de informática não sejam atividades-fim da empresa.

O escopo dos serviços de terceirização hoje são deslocados para empresas especializadas em TI, com métodos de gestão próprios para este segmento e cujo maior benefício ao contratante é o valor agregado que o parceiro traz para os negócios de uma companhia. O princípio básico para que isto ocorra é que os contratantes, durante o exercício das atividades do dia-a-dia, perdem o foco pela pressão existente gerada pelos projetos e demandas que sempre são - e serão - urgentes. Uma empresa terceirizada, com foco no business de TI e tratada como um parceiro efetivo de negócio, agrega valor às atividades de qualquer cliente, não importa o ramo, e, sem dúvida, incrementa os níveis de segurança internos com a conseqüente redução dos riscos que todas as organizações são obrigadas a enfrentar atualmente.

Os benefícios não se concentram, apenas na possível redução de custos, mas também e, principalmente, na qualidade da prestação de serviços que uma empresa especializada pode proporcionar, bem como na velocidade da utilização de novas tecnologias pelo contratante.

Entre outros fatores que contam positivamente para a adoção de uma terceirização de TI são: suprir a necessidade de suporte técnico especializado, focado nas necessidades do negócio; aumento da sinergia entre as equipes envolvidas com atendimento aos usuários; redução de riscos trabalhistas; maior foco dos colaboradores internos na atividade fim da empresa; documentação dos processos de TI; melhor controle de produtividade e nível de serviços através de indicadores de desempenho estabelecidos pela empresa; apresentação de oportunidades de melhorias na infra-estrutura de TI; aumento da disponibilidade dos serviços.

A terceirização de TI vem sendo utilizada por empresas de diversas àreas, empenhadas em direcionar esforços para seus respectivos serviços. Hoje repartições inteiras são entregues à terceirização, estratégia que há alguns anos era totalmente descartada em alguns setores. Um dos serviços mais vantajosos nessa área é o de Tecnologia da Informação (TI), em constante desenvolvimento e mutação já que exige grande direcionamento de recursos das empresas. Assim, a gestão de sistemas e da infra-estrutura técnica das corporações pode tornar-se um dos grandes filões de mercado para o setor de TI. Projeções indicam que até 2010, mais de 90% das grandes corporações brasileiras utilizarão serviços de terceirização para toda sua área de informática, e nos médios empreendimentos, o índice deve chegar aos 60%.

Um ótimo exemplo de parceiro para terceirizações é a empresa vencedora do Microsoft Worldwid Partner Conference 2005, que oferece o serviço Processor Max, serviço flexível para a implantação em diferentes graus de especialização, podendo partir de locação de mão-de-obra especializada, abranger metodologia de gerenciamento e ainda incluir ferramentas para apoio à gestão técnica. A Processor vem crescendo nos serviços de terceirização, especialmente juntos aos países do Mercosul e conquistou espaço importante na terceirização, serviço que já contabiliza um número expressivo de clientes espalhados pelo Brasil e já responde por uma fatia considerável do faturamento da empresa gaúcha.

Esta parceria com uma empresa especializada em serviços de terceirização possibilita um nível maior de atenção para as atividades de TI, liberando a gestão para dedicação ao negócio, diminuindo os riscos envolvidos na operação da infra-estrutura. O papel da área de Tecnologia da Informação da empresa passa a ser estratégico, criando soluções de transformação e suporte ao negócio baseadas na tecnologia. A terceirização é uma estratégia para aumentar a competitividade e melhorar o posicionamento das empresas no mercado, aprimorando seus processos, especialmente em TI, onde as mudanças em ritmo acelerado exigem pessoal cada vez mais especializado disponível.

*Rodrigo Losina é diretor executivo da Alfamídia, uma empresa do Grupo Processor.