Negociações em São Paulo. Foto: Sindpd.

Sindpd e Seprosp chegaram a um acordo sobre a negociação salarial em São Paulo nesta terça-feira, 31, acertando reajustar os salários em 7%. Descontada a inflação do período medida pelo INPC, o reajuste real fica em 0,8%.

Ambos os lados cederam em relação as suas posições iniciais. O Sindpd pedia reajuste de 10,51% (4,3% de aumento real) e o Seprosp iniciou oferecendo 5,3%, abaixo do INPC do período.

Além do reajuste, o acordo também incluiu a obrigatoriedade de apresentação de PLR (Participação nos Lucros e Resultado) para empresas com mais de 40 funcionários e obrigatoriedade de um delegado sindical nas empresas com mais de 200.