Startup SC dá aquela força para empresas nascentes crescerem. Foto: Flickr.com/ameriswede

O Sebrae-SC divulgou nesta segunda-feira, 01 de abril, as 20 startups selecionadas para participar do Programa de Capacitação Startup SC, no qual irão participar de um programa gratuito de quatro meses, com capacitações e consultorias, e, no fim do ano, serem avaliadas para envio das melhores em uma missão ao Vale do Silício.

Também no final de 2013 uma comissão irá eleger as melhores startups do programa para participar do Sebrae Startup Day, programa no qual os empreendedores apresentarão seus projetos a investidores.

As selecionadas entre as 208 startups inscritas no programa, lançado em janeiro deste ano, são: Beercrew, Code Squad, Decora.do, EduSpot, Fisiogames, Innovo, Intradebook, In pulse, It moves It, Loupa, Moovia, More Certo, Pip, PMSimu, Prodmonitor, Qualiall, Tex.do, UP points, Vida Fácil e We Make Fashion.

A Beercrew oferece um serviço de entrega a domicílio para degustação periódica de cervejas importadas, além de compartilhar histórias, dicas de harmonização e degustação. A startup já havia recebido, em fevereiro deste ano, um aporte de valor não revelado do fundo de investimento joinvilense HFPX.

A Code Squad é de Joinville e oferece cursos online de programação. Já a Decora.do, de Florianópolis, é uma plataforma de concorrência que permite a interação entre profissionais da decoração e pessoas interessadas em contratar seus serviços.

A EduSpot, de Florianópolis, é um marketplace para aproximar alunos e professores de idiomas. A Fisiogames também é da capital e usa principios de games para motivar a engajar pessoas em processo de reabilitação.

O Innovo, de Joinville, cria soluções de gestão de informação para organizações de saúde, 100% web, com telemedicina em diagnóstico por imagem.

Já o Intradebook, de Florianópolis, é um B2B com site e software interativo para internacionalizar micro e pequenas empresas e a In pulse, da mesma cidade, desenvolve dispositivos médicos, sendo especializada em sistemas embarcados voltados para a área de healthcare.

A It moves It, de Florianópolis, é uma plataforma modular online de gestão de Iates e aeronaves, e a Loupa, conterrânea, oferece um sistema online para ajudar usuários a encontrarem presentes de acordo com a pessoa e a ocasião.

Também de Florianópolis, o Moovia é uma solução de gestão de pessoas e projetos com ferramentas de colaboração e o More Certo, um portal de anúncio de imóveis.

O Pip, de Jaraguá do Sul, é uma rede social de gastronomia. O PMSimu, de Joinville, faz exame simulado para a certificação PMP, com conteúdo original de livro e guia personalizado de estudos.

Voltando à capital, o Prodmonitor é uma plataforma de análise de produtividade individual e de equipes,  o Tex.do é um crowdsourcing de redatores para abastecer sites e blogs empresariais e o UP Points faz análise e monitoramento de ponto de venda em tempo real, usando conceitos de rede neural artificial.

Há, ainda, a Qualial, de Lages, com uma solução para treinamento em segurança do trabalho, através de jogos; a Vida Fácil, de Barra Velha, que é um e-commerce para venda de assinatura mensal de alimentos nutritivos, e o portal We Make Fashion, de Criciúma, que permite a estilistas e indústria do vestuário venderem suas criações.

Os treinamentos para as novas startups começam em 20 de abril e irão focar metodologias para o ambiente de inovação, como Lean Startup, BM Canvas, Métricas, Customer Development, Valuation e outras.

“O Startup-SC integra o Nova Economia, desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado e Sebrae-SC, e visa a impulsionar os negócios do segmento online que têm capacidade de crescimento rápido”, explica Alexandre Souza, analista do Sebrae-SC e coordenador do programa.

Além dos cursos, as selecionadas participarão de palestras e sessões de mentoria ministradas por especialistas e consultores do Sebrae, e contarão com ofertas de empresas que firmaram parceria com o programa, como Amazon Web Services, Conta Azul, Sendgrid e Resultados Digitais.

“Há, ainda, espaços de coworking, que agregam mais benefícios para as startups participantes do programa”, finaliza Souza.