A Unicamp adotou a solução Kaspersky Endpoint Security for Business Select. Foto: Divulgação.

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) adotou a solução Kaspersky Endpoint Security for Business Select com o objetivo de proteger a sua infraestrutura de TI. O projeto foi desenvolvido pela Microhard.

Na universidade, a plataforma protege 18 mil endpoints - desktops, laptops e dispositivos móveis - usados ​​por estudantes e funcionários, além de 1 mil servidores virtuais, gerenciados e controlados por um console de gerenciamento central - o Kaspersky Security Center.

A Universidade estava buscando uma única solução que oferecesse altas taxas de detecção, gerenciamento centralizado, administração fácil e flexibilidade. A equipe de TI da também tinha preocupação com repetidas tentativas de ataques de malware e outras ameaças online.

"Como este é um ambiente acadêmico e corporativo, a proteção digital mais apropriada precisa ter capacidade de gerenciamento e fornecer segurança contra ameaças aos equipamentos e sistemas utilizados em pesquisas e atividades corporativas. O Kaspersky Endpoint Security for Business Select demonstrou ser ágil e fácil de gerenciar”, afirma Paulo Sérgio de Moraes, diretor de TI do Centro de Computação.

A solução bloqueia malware e outros ataques maliciosos e permite que os gerentes de TI implementem políticas e controles, para impedir o uso não autorizado da internet, de aplicativos e de dispositivos.

"O crescimento do acesso a dados de rede em qualquer lugar e em qualquer dispositivo significava que a universidade precisava implementar proteção tanto dentro quanto fora de seus perímetros comerciais tradicionais", reforça Roberto Rebouças, diretor geral da Kaspersky Lab Brasil. 

Fundada em 5 de outubro de 1966, a Unicamp compreende 24 unidades de ensino e pesquisa. A Unicamp conta com mais de 34 mil alunos matriculados em 66 cursos de graduação e 153 programas de pós-graduação.