CIFRAS

Tencent: US$ 70 bilhões em infraestrutura

01/06/2020 13:56

Uma só empresa vai gastar o equivalente a todo investimento de TI do Brasil em 2020.

Tencent é dona do WeChat, um hit na China. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Tencent, dona do aplicativo de mensagens WeChat, o mais popular da China, com nada menos que um bilhão de usuários, anunciou que vai gastar US$ 70 bilhões em infraestrutura de TI nos próximos cinco anos.

É isso mesmo, US$ 70 bilhões, um pouco acima dos US$ 64 bilhões que o Gartner prevê como o gasto total de TI do Brasil inteiro em 2020.

O dinheiro será usado para comprar um milhão de servidores para um novo data center com 51 hectares de área total.

É outro superlativo: as vendas anuais de servidores costumam ficar ao redor de 12 milhões de unidades.

Além do data center, a Tencent prevê uma grande gama de investimentos em tecnologias como inteligência artificial, blockchain, IoT, 5G e computação quântica. 

O gasto inclui tanto aquisição de equipamentos como pesquisa e desenvolvimento.

A Tencent tem uma gama de serviços que rodam em cima do WeChat, incluindo jogos, streaming de vídeo e uma operação de computação em nuvem.

O anúncio da Tecent acontece no contexto de um grande movimento na China.

Durante a reunião do anual do Congresso Nacional Popular, durante o qual o governo chinês costuma apresentar suas metas de futuro para a inevitável aprovação de quase 3 mil congressistas.

No último encontro, realizado recentemente, foi anunciado um plano de investimentos de US$ 2 trilhões em AI, 5G, carros elétricos e outras tecnologias de futuro.

Veja também

NUVEM
Bravo, ex-ACI, assume Google Cloud

Google segue contratando nomes de peso para sua operação cloud na América Latina.

INFRA
SKY usa Equinix para conectar nuvens

Maior operadora de TV via satélite do Brasil é cliente do ECX Fabric.

TROCA
Amazon desliga servidores Oracle

Migração envolveu 75 petabytes de dados, armazenados em 7,5 mil bancos de dados.

COMPETIDORES
Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais!

Chegada do Prime mexeu com o varejo nacional. O verdadeiro problema é o Alibaba.

CONCORRÊNCIA
Alibaba é a nuvem que mais cresce

Chineses já tem uma presença discreta no Brasil, por meio de um acordo com o UOL Diveo.

HYPERSCALE
Equinix: US$ 1 bi para construir data centers

Empresa quer entrar no negócio de centros de dados de escala. 

DISCRETAMENTE
Alibaba Cloud está no Brasil

UOL Diveo se torna parceiro. Chineses já vem trabalhando no país há um ano.

FUTURO
Coronavírus mostra o poder da manufatura aditiva

Ao redor do mundo, impressoras 3D estão sendo usadas para produzir equipamentos médicos.

ADEUS CHINA
Trump quer mais fábricas de semicondutores

Governo está negociando novas instalações da Intel e da TSMC nos Estados Unidos.

ALERTA
Depois da quarentena, recorde de divórcios na China

Parece que ficar muito tempo juntos sem poder sair é fatal para o relacionamento.