Empresas podem divulgar apps no Twitter.

O Twitter passou a oferecer na segunda-feira, 30, um novo serviço para os anunciantes do site. As empresas agora tem a possibilidade de realizar campanhas para a instalação de aplicativos móveis dentro da rede social. Também há indícios de que seja possível vender produtos anunciados pelo Twitter.

A novidade para apps vinha sendo testada desde o começo do ano com algumas marcas pré-selecionadas e agora passa a ficar disponível no mundo inteiro.

Os interessados podem segmentar a campanha de acordo com gênero, localização, língua, plataforma móvel, interesses pessoais, palavras-chave e audiência de TV (este último disponível apenas nos EUA para marcas que tenham feito comerciais em cadeia nacional). 

Segundo o MobileTime, o Twitter oferece relatórios que monitoram não apenas quantas pessoas clicaram no anúncio, mas quantas instalaram e quantas abriram o app. 

A cobrança é feita por "custo por clique em app" (CPAC, na sigla em inglês): o anunciante paga somente quando o consumidor é levado até a página do app na Google Play ou App Store depois de clicar no anúncio , ou quando abre o app a partir do Twitter, o que acontece quando o app já estava instalado em seu aparelho.

Os anunciantes podem escolher entre um tweet patrocinado ou a exibição de um cartão dentro do app nativo do Twitter, com imagem. Para usuários de iPhone, o aplicativo nativo do Twitter apresenta uma notificação depois que é concluída a instalação do app anunciado.

Quando um app é divulgado na rede, o tweet é publicado junto com um botão “Donwload” ou “Install”. Outra possibilidade é divulgar produtos em tweets, que agora podem ser acompanhados por um botão “Buy Now”, de acordo com o Re/Code.

O Re/code relata que ao descobrir esses botões "Buy Now" hoje, eles só apareceram em aplicativos móveis do Twitter. Ao cliclar neles, no entanto, nada aconteceu. O site afirma ter ouvido pessoas que disseram que ao clicar no botão, foram direcionadas para páginas de pagamento.

Para o Re/code, não está claro se os botões foram acidentalmente publicados ou se o Twitter vai começar a oferecer o serviço. As empresas não estão esclarecendo a questão. O porta-voz Jim Prosser, do Twitter, se recusou a comentar.

A empresa divulgou um vídeo sobre a publicidade para apps: