Donald Reis.

O Qualitor, empresa porto-alegrense de softwares para gestão de atendimento e serviços compartilhados, acaba de certificar mais dois processos com o selo PinkVerify, da PinkElephant, entidade de reconhecimento mundial em certificação de softwares de gestão de serviços de TI.

Estes dois novos processos certificados são: gerenciamento de mudanças e problemas, que se somam aos já existentes de incidentes, requisições de serviços e catálogo de serviços. As primeiras certificações foram em 2013.

Ao todo, 60 empresas tem soluções certificadas em um dos 15 processos mapeados pela PinkElephant, uma referência mundial no modelo de gerenciamento de serviços ITIL.

O Qualitor é uma das três ferramentas brasileiras na lista, que tem também a paulistas Scua, com cinco processos, e Automatos, com três. 

No topo do ranking estão os players multinacionais do segmento, como CA e Landesk, com todos os 15 processos. Alguns concorrentes de peso na área, como a Service Now tem um pouco menos, com 11.

“Os processos que nós temos certificados são os cinco mais demandados. Isso nos dá mais flexibilidade em relação a valores frente a outras ferramentas”, explica Donald dos Reis, diretor de negócios do Qualitor.

A ferramenta já tem uma presença respeitável, gerindo 30 mil usuários em 400 organizações, incluindo nomes como Kroton, Lojas Renner e Rodobens.

O desenvolvimento das funcionalidades adicionais para adesão foi comandado por Juliano Statdlober, diretor de desenvolvimento e tecnologia da Constat e Cláudio Cardozo, gerente de desenvolvimento do Qualitor.