Leonardo Chaves, diretor de vendas da Ingenico para o Cone Sul. Foto: divulgação.

O Grupo Ingenico, multinacional francesa especializada em soluções de pagamento eletrônico, anunciou a contratação de Leonardo Chaves como diretor de vendas para a região Cone Sul.

Com mais de 20 anos de experiência, Chaves atua também na Signify Consult como consultor especializado em desenvolvimento de novos negócios no mercado de pagamentos.

O executivo participou da fundação 4ward Brasil, do mesmo segmento, onde ocupou a função de CEO entre 2013 e 2019.

Em sua trajetória, o profissional atuou por mais de oito anos na Philips, onde foi gerente de desenvolvimento de negócios, e por cerca de três na Cielo, onde era diretor comercial para contas corporativas.

Com graduação em economia pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), Chaves possui MBA em administração de empresas pelo IBMEC e MBA Extension em managing international business pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

Na Ingenico, o executivo chega com a missão de liderar a área de vendas e o desenvolvimento de negócios da região que inclui Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai, além de reforçar o posicionamento da empresa na América do Sul.

“A chegada do Leonardo, um profissional de grande experiência e amplos conhecimentos nos mercados nacional e internacional, é mais uma prova de nosso compromisso com a América do Sul”, destaca Helcio Beninato, CEO do Grupo Ingenico para a América Latina.

Neste cenário, o profissional deve ter o propósito de ampliar a busca por novas oportunidades locais, endereçando soluções específicas aos clientes do Cone Sul.

“Meus objetivos são contribuir para a consolidação da liderança da Ingenico no setor e apoiar nossos times a expandirem sua visão de negócios em relação ao planejamento e gerenciamento de projetos, ampliando assim a capilaridade de nossa marca nos países sul-americanos”, afirma Leonardo Chaves, diretor de vendas da Ingenico para o Cone Sul.

Fundada em 1980, a Ingenico tem presença comercial em 170 países e conta com mais de 8 mil funcionários de 90 nacionalidades.