SUSTENTABILIDADE

Deep capta R$ 9 milhões

01/08/2022 13:56

Em rodada seed, a startup de ESG recebeu o primeiro aporte do iV Ventures. 

Atuante desde 2002, o Instituto Votorantim está presente em mais de 100 municípios brasileiros (Foto: Divulgação)

Tamanho da fonte: -A+A

A Deep, plataforma de mensuração de impacto ESG corporativo, recebeu um aporte de R$ 9 milhões em rodada seed, liderada pela ForFuturing, com participação da FRAM Capital como investidora de referência, e do iV Ventures, fundo de impacto socioambiental do Instituto Votorantim.

Criada em 2020 em São José dos Campos, no interior de São Paulo, a Deep é voltada para atender a demanda por avaliação, monitoramento e reporte de grandes e médias empresas na área de responsabilidade social, ou, para usar o termo na moda, meio ambiente, social e governança (ESG, na sigla).

Com 50 funcionários listados no Linkedin, a startup foi idealizada por Arthur Covatti, formado em engenharia aeroespacial pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), e Paulo Miranda, ex-conselheiro estratégico do Inseed Investimentos e ex-estrategista de negócios do Porto Digital.

A destinação dos recursos captados se voltará à expansão da startup para novos mercados e na aceleração do crescimento da base de clientes, com foco em médias e grandes empresas, companhias de capital aberto e instituições financeiras. 

Adicionalmente, serão desenvolvidos esforços dirigidos ao lançamento e consolidação das soluções da empresa em outros nichos.

Em panorama, a expectativa da empresa é crescer em 150% o faturamento de 2022 em relação a 2021, e iniciar o processo de internacionalização.

Este é o primeiro investimento do iV Ventures, lançado ano passado e um dos primeiros a se posicionar como um venture philanthropy no Brasil, combinando capital seed e iniciativas socioambientais.

Estão previstos para 2022 mais dois aportes, sendo que os primeiros variam de R$ 50 mil a R$ 250 mil e os posteriores chegam até R$ 1,5 milhão.

Atualmente, o fundo tem sob gestão R$ 20 milhões destinados a empreendedores com soluções com o mínimo produto viável nos setores de água e saneamento, economia de baixo carbono e habitação de interesse social.

Os três segmentos foram escolhidos considerando a escassez de capital seed para essas áreas e a necessidade de apoiar o desenvolvimento de tecnologias disruptivas que podem contribuir para a resolução de problemas estruturais do Brasil.

“O propósito do iV Ventures é impulsionar o ecossistema de negócios de impacto, trazendo um capital mais paciente e com maior tolerância a risco, para iniciativas de impacto em estágio inicial”, diz Cloves Carvalho, diretor-presidente do Instituto Votorantim.

Além do apoio financeiro, o iV Ventures pode conectar as startups com as empresas da Votorantim, bem como no monitoramento e mensuração do impacto e expertises adquiridas ao longo de 20 anos de atuação do iV em projetos socioambientais.

Atuante desde 2002, o Instituto Votorantim está presente em mais de 100 municípios brasileiros, além da Colômbia, Argentina e Peru, funcionando como núcleo de inteligência social das empresas investidas da Votorantim S.A.

Veja também

CVC
Lojas Renner faz seu primeiro aporte

Investida é a Logstore, em rodada liderada pela Domo Invest.

APORTE
ContaÁgil capta R$ 1,8 milhão

Startup gaúcha irá usar o dinheiro para adquirir mais clientes.

APORTE
Clique Retire capta R$ 17 milhões

Em rodada liderada pela GLP Brasil e Itaú Asset, o investimento será dedicado à expansão.

EDUCAÇÃO
Educbank capta R$ 200 milhões

Rodada série A foi liderada pela Vasta, controlada pela Cogna.

BLOCKCHAIN
Chiefs.Group capta R$ 1,5 milhão

A plataforma porto-alegrense é focada no trabalho sob demanda para executivos C-Level.