Cheetah quer alcançar 30 milhões de usuários ativos no Brasil para o CleanMaster em um ano. Foto: Divulgação.

A chinesa Cheetah Mobile abriu um escritório no Brasil com o objetivo de alcançar 30 milhões de usuários ativos por mês para o seu principal aplicativo, o CleanMaster, em um ano.

Atualmente, o app tem 10 milhões de usuários ativos por mês (MAUs, na sigla em inglês). Há um ano, eram cerca de 5 milhões. Segundo o MobileTime, o crescimento rápido de downloads impulsionou a criação de um escritório local. 

O Clean Master possui mais de 200 milhões de usuários ativos por mês no mundo, dos quais 70% estão fora da China. 

A Cheetah Mobile também possui em seu portfólio aplicativos como AnTuTu Benchmark, CM Browser, CM Security, Battery Doctor, CM Keyboard, CM Launcher, Photo Grid, dentre outros. 

Yu Xinshan, diretor geral da Cheetah Mobile para América Latina e Rússia, afirmou ao MobileTime que, além do Brasil, a Cheetah Mobile inclui em sua lista de mercados prioritários para expansão países como Rússia, México, Indonésia, Índia e Inglaterra.

No Brasil, a empresa quer fechar acordos para embarcar o Clean Master e outros aplicativos em smartphones vendidos no país. Uma primeira parceria do gênero foi firmada com a Multilaser, e há conversas em andamento com as operadoras d país. 

Em troca, os parceiros teriam uma participação na receita gerada pelo app, que hoje provêm de publicidade, como recomendação de aplicativos de terceiros.

No escritório do Brasil, não haverá uma equipe de desenvolvimento. O time focado na programação dos app fica concentrado na China.

Dois concorrentes chineses da Cheetah se estabeleceram antes no Brasil: Baidu e Qihoo (que tem participação na brasileira PSafe). Mesmo assim, Xinshan acredita que a empresa tem espaço no país.

"Estamos vindo no momento certo, quando os consumidores estão trocando para smartphones. E teremos boas parcerias locais", completa.