Dilnei Schiavinatto.

Dilnei Schiavinatto, ex-gerente de TI senior da Tivit, acaba de ser contratado como novo gerente de Tecnologia de AMS SAP da Sonda IT.

O executivo estava há sete anos na Tivit, atuando na área de outsourcing de operações de ERP.

Antes, foi gerente técnica da IBM e consultor técnico SAP na Aspen Procwork (antes da companhia ser adquirida pela Sonda).

Schiavinatto tem como meta fortalecer os serviços de suporte nas tecnologias SAP HANA e SAP S/4 Hana.

A Sonda tem três diretorias diferentes focadas em serviços de gerenciamento de aplicações (AMS, na sigla em inglês.)

Uma para suportar os aplicativos SAP, sob o comando de Felipe Antonelli; outra para suportar os aplicativos fiscais próprios da Sonda, liderada por Viviane Kassa e uma terceira que suporta qualquer sistema legado do cliente, sendo uma oferta dentro da proposta de outsourcing de TI da qual está à frente Eduardo Floriano.

Nos últimos tempos, com grandes projetos de parados devido à crise AMS aos poucos se tornou um dos maiores mercados potenciais para muitas das integradoras nacionais, que remanejaram recursos para a área.

A Stefanini abriu centros de serviços compartilhados de ERP em Curitiba, Rio de Janeiro e Jundiaí, no interior de São Paulo, focados em oferecer AMS para os sistemas de gestão da SAP e Oracle.

A Meta, uma empresa de serviços de TI sediada em São Leopoldo como uma prática SAP forte, estruturou recentemente uma área de AMS.

Além disso, estão no mercado de AMS as consultorias especializadas em SAP, que conseguem competir com grandes players mais diversificados como a Sonda.

No final de 2014, a Pelissari, de Curitiba, tirou o contrato de AMS da CMPC Celulose Riograndense da Sonda, por exemplo.