Presidente da Oi, Francisco Valim, acompanha os testes da rede 4G no Rio. Foto: divulgação.

A Oi inaugurou nesta segunda-feira, 1º, no Rio de Janeiro, sua rede 4G com teste de vídeo-chamada utilizando o smartphone Samsung Galaxy SIII LTE.

O presidente da Oi, Francisco Valim, e o presidente da Anatel, João Rezende, fizeram vídeo-chamada em 4G com o aparelho, compatível com as faixas de frequência de 2,5 GHz, escolhidas para fornecimento das redes de última geração no Brasil.

Em uma parceria entre a fabricante coreana e a operadora brasileira, o teste marcou a primeira demonstração do Galaxy SIII LTE no país.

A rede 4G da Oi está em operação no Leblon, em fase de testes.

Cinco antenas estão atendendo especialmente o bairro e os clientes poderão conhecer o 4G da Oi no shopping Rio Design Leblon e no Teatro Oi Casagrande.

Além desses locais, a companhia fará outros testes da rede 4G em eventos que patrocina, como a Futurecom e o Sorteio da Copa das Confederações.

Segundo a Oi, a iniciativa marca o início da implantação 4G da companhia, cujo lançamento piloto será em dezembro deste ano, também contemplando outras três capitais brasileiras: São Paulo, Belo Horizonte e Brasília.

Para Francisco Valim, presidente da Oi, o grande desafio é assegurar que os clientes possam usufruir de todas as tecnologias disponíveis no mundo, desde as mais essenciais às mais avançadas.

"Nosso foco é atender a todos os perfis de demanda dos clientes que exigirão o 4G. O futuro da internet é esse: streaming de vídeos em alta definição, vídeo-chamadas com imagem nítida e acesso com alta velocidade”, destacou Valim, após realizar a videochamada.

Os investimentos na implantação da rede 4G da Oi estão contemplados no plano estratégico da companhia, que prevê recursos de R$ 24 bilhões de 2012 até 2015, dos quais R$ 6 bilhões serão investidos este ano.

ATÉ A COPA DAS CONFEDERAÇÕES

O cronograma preliminar de implantação do 4G da Oi prevê o atendimento comercial às seis cidades-sede da Copa das Confederações até 30 de abril de 2013 (Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Belo Horizonte). A antecipação desse cronograma ainda está em estudo pela empresa.

As sedes e subsedes da Copa do Mundo receberão ofertas comerciais do 4G até 31 de dezembro de 2013. Até 31 de maio de 2014, todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes serão cobertas.

Até dezembro de 2016, o objetivo da companhia é atender todos os municípios com mais de 100 mil habitantes. Além disso, o serviço será ativo nas cidades de 30 mil a 100 mil habitantes até o final de 2017 e, nos municípios menores, até o final de 2019.

CORRIDA PELO 4G

Iniciando efetivamente os testes com 3G, a Oi é a segunda operadora a oferecer a tecnologia, depois da Claro. O protocolo LTE (Long Term Evolution), ou 4G, tem velocidades de até 100 Mbps, cem vezes mais rápido que a velocidade máxima da 3G.

Em junho, a Anatel realizou o leilão das primeiras licenças de 4G, com Vivo e Claro levando as outorgas com largura de banda de até 20Mhz. A TIM e Oi levaram as outras duas licenças, de 10 Mhz cada.

No Brasil, a Claro já disponibiliza redes 4G, em regime de testes, nas cidades de Búzios, em São Paulo, Campos do Jordão e Paraty, no Rio de Janeiro, além da região da Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

A Oi já havia realizado testes para o serviço de internet 4G no 56º Painel Brasil, evento ocorrido em Brasília no início de setembro.