No próximo ano, a média deve ser superior a 80%. Foto: flickr.com/photos/transkamp.

A partir dessa sexta-feira, 1º, passa a vigorar a norma da Anatel que determina que os provedores de conexão de internet banda larga respeitem uma média mensal de 70% da velocidade contratada no mínimo. 

Além disso, a velocidade não deve nunca ser inferior a 30% do contratado. A norma vale para taxa de download e upload.

Conforme o jornal Folha de S.Paulo, antes as taxas exigidas eram de 60% e 20%. Para novembro de 2014, passarão para 80% e 40%.

Com a ajuda de voluntários, a Anatel fiscaliza as taxas médias. Para o teste momentâneo, testes podem ser feitos pelo site. Além disso, há apps da reguladora para Android e iOS para análises via smartphone. 

Segundo a Akamai, a média global de velocidade de conexão aumentou 9,2% entre abril e junho em comparação ao ano anterior, atingindo 3,3 Mbps. No Brasil, o crescimento foi de 11% se comparado com o primeiro trimestre do ano e de 15% em relação ao mesmo período do ano passado, com uma média de 2,4 Mbps. 

Em relação às conexões de banda larga (entre 4 Mbps e 10 Mbps), o Brasil apresenta adoção de 15%, crescimento de 24% em relação ao último trimestre.