A Oi assinou uma parceria com a Huawei para o uso de tecnologias de big data e BI. Foto: Divulgação.

A Oi assinou nesta segunda-feira, 30, uma parceria com a chinesa Huawei para o uso de tecnologias de big data e inteligência de negócios. O acordo também prevê a modernização da rede móvel para a tecnologia Single RAN (Radio Access Network) nas redes 2G, 3G e 4G. 

O objetivo da Oi é alcançar maior retorno sobre os investimentos de rede, mais eficácia nas ações de marketing e uma experiência mais completa de relacionamento digital com os clientes.

Uma equipe multidisciplinar da Oi, formada por representantes das áreas de operações, engenharia & TI, relacionamento com clientes, finanças e marketing trabalhará em conjunto com equipes da Huawei para analisar e desenvolver as oportunidades propiciadas pela parceria. 

O Single RAN é uma tecnologia que possibilita o uso de apenas um equipamento para gerenciar as redes 2G, 3G e 4G simultaneamente, em vez de se utilizarem múltiplos equipamentos. 

Para a Oi, o acordo vai gerar ganhos operacionais e de eficiência, preparando a operadora para a tecnologia 5G.

Em agosto, a Huawei reestruturou sua gestão no sul e norte da América Latina, unificando operações antes desconectadas. Com as mudanças, a unidade brasileira da empresa asiática passou a atuar de forma autônoma.

A reestruturação foi relacionada ao bom desempenho registrado pela marca no país. Em 2014, a empresa teve um faturamento de US$ 1,5 bilhão no país. Globalmente, a empresa tem uma receita de US$ 46,5 bilhões.

Contando com unidades em São Paulo (onde tem também um centro de pesquisa), Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Curitiba, a companhia anunciou nos últimos anos uma série de parcerias para reforçar sua presença no Brasil.

Em maio, a Huawei e a TIM anunciaram um acordo de cooperação para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de banda larga móvel em 4G para o Rio de Janeiro, incluindo a criação de um centro de inovação na cidade. A parceria visa as oportunidades que os Jogos Olímpicos de 2016 podem trazer para a capital carioca.

No Rio Grande do Sul, a companhia asiática firmou no ano passado a instalação de um centro de inovação no Tecnopuc, parque tecnológico da PUC-RS. Com o acordo, a estatal gaúcha de procassamento de dados Procergs e a Huawei vão trabalhar em conjunto em projetos de cidades digitais, computação em nuvem e comunicações unificadas.