Manoel Andrade. Foto: divulgação.

A Padtec, empresa campinense do segmento de comunicações ópticas, anunciou a contratação de Manuel Andrade, ex-Xtera, como o novo diretor executivo (CEO) da companhia.

Andrade, que deixou a vice-presidência da Xtera em janeiro para ser VP Global na Padtec North America, ocupará a cadeira deixada com a saída de André Gualda, que atuava como CEO interino da companhia desde maio, quando o presidente Jorge Salomão saiu da empresa.

Formado em engenharia eletrônica e mestre em informática pelo Instituto Militar de Engenharia, o novo CEO tem uma trajetória de mais de 20 anos em telecomunicações, atuando em países nas Américas, Ásia e Europa, Andrade ocupou cargos de vice-presidência em companhias no segmento de telecomunicações, como ECI, Westell e Moddata.

Segundo destacou a companhia em nota, Andrade terá o desafio de continuar as políticas de recuperação colocadas em andamento por Gualda, mantendo o plano de reestabelecer a rentabilidade da empresa, que vem passando por turbulências nos últimos tempos.

No primeiro semestre de 2015, a Padtec divulgou o fim da produção da sua linha de produtos FlexPad, focada em equipamentos de última milha para levar fibra óptica aos usuários finais, o chamado GPON, no qual a empresa batia de frente com a Huawei.

Desde então a empresa promoveu um “realinhamento estratégico”, segundo o qual a Padtec concentrará seus esforços no seu core business, transmissão ótica de alta capacidade com sistemas DWDM.

A empresa também disse ter feito demissões, sem abrir números, justificando as decisões pela “desaceleração da economia e o aumento acentuado”.

A Padtec, também recebeu um aporte de R$ 138,9 milhões do BNDES em janeiro do ano passado, quando o banco de fomento estatal adquiriu 20% da empresa.

Além do banco de fomento, a companhia tem como acionistas o CpqD (majoritário), a Ideiasnet e um grupo de executivos da própria empresa.

O balanço oficial de 2014 ainda não foi divulgado, mas na sua nota a Padtec adianta que cresceu “dois dígitos” no ano passado, atingindo R$ 400 milhões.