Quem aí lembra da moça do Bradesco?

Tamanho da fonte: -A+A

O aplicativo do Bradesco, um dos maiores bancos do Brasil, ficou fora do ar para grande parte dos clientes ao longo de quase toda a terça-feira, 30.

Para fechar todas, a falha coincidiu com o último dia para pagamento da primeira parcela do 13º salário.

Segundo o site DownDetector, que registra reclamações de usuários sobre sites e aplicativos, as queixas tiveram início por volta das 6h30 e ganharam força a partir das 9h, ficando altas durante todo o dia, com as reclamações começando a cair depois das 17h e desaparecendo em definitivo só depois da meia noite.

A grande maioria dos usuários relataram problemas no mobile banking (49%) e no login do aplicativo móvel (42%). Cerca de 9% apontaram problemas de acesso ao próprio site do banco.

O Bradesco confirmou os problemas pelas suas redes sociais. Em nota ao G1, o banco disse que a instabilidade era em “decorrência de problemas técnicos”, o que o leitor do Baguete provavelmente já imaginava.

“Orientamos aos clientes que não tiverem tido êxito no acesso por este canal a utilizarem os serviços do internet banking, que opera normalmente”, disse o banco. 

Os grandes bancos brasileiros parecem estar passando por uma fase complicada nas suas áreas de TI, com grandes falhas acontecendo uma atrás da outra nas maiores organizações do setor no país.

Em outubro, um erro no site e no app do Itaú zerou ou negativou o saldo de clientes.

Outras pessoas sequer conseguiram ter acesso aos seus dados bancários ou tiveram erros e problemas em operações nos próprios caixas eletrônicos nos locais físicos do banco. Clientes receberam também alertas de uso do cheque especial por SMS.

Segundo o Downdetector, o problema foi pelo menos mais curto que no Bradesco, durando entre 7h e 10h da manhã, ainda que seja discutível se ver a conta zerada não é pior do que não ver a conta.

Em agosto, o Banco do Brasil ficou fora do ar por problemas de tecnologia por ao redor de 8 horas.

Segundo relatos nas redes sociais, o problema afetou pagamentos digitais, uso de cartão, acesso ao site e ao aplicativo e a retirada de dinheiro no caixa.