Estudo do Gartner aponta forças que ditarão futuro da TI. Foto: divulgação.

Um estudo divulgado pelo Gartner na última semana de 2012 aponta as principais direções em que o mercado de TI deve seguir a partir de 2013. Mobilidade, redes sociais, nuvem e big data serão pautas importantes nos planos de negócios das companhias.

Chamadas de Nexo das Forças (Nexus of Forces, em inglês), estas quatro tendências serão as mais observadas pelos executivos de tecnologia de 2013 a 2017, mudando significamente o mercado.

"Essas mudanças vão forçar transformações fundamentais nos processos de negócios que, por sua vez, remodelarão as empresas", prevê Kimberly Harris-Ferrante, vice-presidente e analista do Gartner.

Entre estas mudanças, estão a consolidação do uso de tecnologias para tornar automático o controle de automóveis, uso do Big Data na manipulação de dados na educação e a popularização do Near field Communication (NFC), para pagamentos móveis.

Mesmo assim, conforme o Gartner, nem tudo serão inovações para ajudar a população. As fragilidades nos sistemas de dados de saúde usados ao redor do mundo podem causar problemas no futuro, alerta a entidade.

Segundo Harris-Ferrante, este nexo causa impactos diretos e indiretos em todas as indústrias e por isso é importante que CIOs, líderes de TI e de negócios se apoiem nessas forças para entender melhor como o mundo está mudando.

Todas estas forças, e as mudanças nos processos de negócios que elas acarretarão, trarão aos tomadores de decisão nas áreas de TI das companhias um conjunto de escolhas delicadas nos próximos anos", frisa.

PREVISÕES

Até 2017, o Gartner fez dez previsões para o setor:

1- Até 2016, três montadoras anunciarão planos concretos para lançamentos de automóveis baseados em tecnologia para tornar os veículos automáticos.

2- Em 2016, os pacientes serão prejudicados ou colocados em risco por uma violação de segurança em dispositivos médicos.

3- Em 2016, os governos nacionais vão exigir que as instituições de educação adotem ferramentas de Big Data para análise das informações dos curriculos e dados dos alunos para corte de custos.

4- Em 2015, a linguagem de processamento natural (PNL) a ser usada entre grandes organizações de saúde em países de língua Inglês vai quintuplicar, alimentada por documentação, codificação, elaboração de relatórios de qualidade e pesquisa.

5- Em 2016, metade dos clientes de serviços públicos dos Estados Unidos terá acesso a dados padronizados sobre uso de energia, mas apenas 20% irão usá-los.

6- No final do ano de 2014, o sistema de pagamento dos seguros da carro no modelo pay-as-you-drive vai aumentar significativamente. Esse sistema deverá representar 10% do total seguros premium de automóvel registrado anualmente.

7- Em 2014, menos de 2% dos consumidores no mundo estarão adotando a tecnologia Near Field Communication (NFC) para pagamentos móveis.

8- Em 2017, mais de 50% dos anúncios veiculados nos meios de comunicação serão pagos pelas agências de publicidade com base no desempenho de exibições.

9- Em 2015, cerca de 50% do fabricantes de bens de consumdo Tier 1 vão investir em tecnologia de empresas start-ups para acessar o mercado B2C.

10- Em 2016, pelo menos 25% das manufaturas discretas adotarão impressão 3D para produzir partes e peças de produtos.