Paulo Veras

A 99Taxis, empresa nacional do mercado de apps para solicitação de táxis, recebeu esta semana um novo aporte, proveniente do fundo internacional Tiger Global.

Segundo destaca o Valor, o valor do investimento não foi revelado, mas segundo informado pela própria 99Taxis, ele é maior que os usuais R$ 5 milhões que estas empresas recebem em sua fase inicial de captação.

Com o investimento, a empresa pretende intensificar sua concorrência com o Easy Taxi para ocupar a liderança no mercado de apps de taxis. Atualmente, o serviço já atende mais de 300 cidades no país, com cerca de 100 mil taxistas cadastrados.

Segundo Paulo Veras, presidente da companhia, os recursos serão usados em marketing do aplicativo e desenvolvimento de novos recursos, triplicando o número de desenvolvedores.

"Temos muita coisa legal para lançar nos próximos meses", afirmou Veras ao jornal.

A empresa teve em 2013 investimentos do fundo brasileiro Monashees e da Qualcomm Ventures, braço da fabricante de chips para smartphones.

Atualmente a companhia já conta com receita proveniente de seu serviço. Elas vêm da comissão de 9% cobrada dos pagamentos de corrida feitos via app e das mensalidades de sua aplicação voltada à contas corporativas.

Conforme destaca Veras, o serviço do 99Taxis para clientes empresariais já conta com cerca de 200 empresas na carteira.

Segundo analistas, depois de um período de inchaço no mercado de apps para táxis, a concorrência agora deve se polarizar em nomes como o 99Taxis e Easy Taxi, que sobreviveram graças a pesados investimentos e ajustes em sua estratégia.

Ainda assim, para Veras, o potencial de crescimento ainda é grande. Segundo ele, apenas 10% das chamadas de táxi no país são feitas via smartphone, um índice que pode subir para até 50% em três anos e pode movimentar mais de R$ 20 bilhões no país.