Alain Monié. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Ingram Micro, multinacional de distribuição em TI, anunciou esta semana a aquisição da Anovo, empresa europeia de logística inversa e reparos de equipamentos tecnológicos.

Sediada em Beauvais, na França, a Anovo é uma provedora de soluções de reparos e restauração de produtos high-tech, tais como smartphones e conversores (set-top boxes) na Europa e na América Latina.

Embora a Ingram Micro não tenha revelado os termos da aquisição, analistas de mercado estimam que o valor pago pela companhia foi de US$ 125 milhões. De acordo com o site britânico Telecompaper, a companhia deve somar ao faturamento global de serviços da Ingram um montante de US$ 300 milhões.

A Anovo continuará a ser liderada pelo presidente François Lacombe, que reportará diretamente ao presidente da Ingram Micro Mobility, Shailendra Gupta.

"A Anovo aumenta significativamente a contribuição de receitas de serviços na Europa e na América Latina, ao mesmo tempo em que possibilita à Ingram Micro fornecer uma suíte completa de soluções de preservação do ciclo de vida de mobilidade em diversos países em que não atuava antes", disse o CEO da Ingram Micro, Alain Monié.

Segundo o CEO da distribuidora, a empresa espera alavancar as ofertas de serviços essenciais da Anovo e os relacionamentos com os clientes em toda a infraestrutura global, para expandir presença nos atuais mercados e capturar novas oportunidades de mercado.

Com presença em 10 países e cerca de 4,2 mil funcionários, a Anovo repara cerca de 20 milhões de produtos anualmente em todo o mundo. Entre os clientes da empresa estão marcas como HP, Telefônica e Movistar.

Com um faturamento anual na casa dos US$ 40 bilhões, a californiana Ingram Micro ocupa o posto de maior distribuidora global de equipamentos de tecnologia, trabalhando com fabricantes como Acer, Apple, Cisco, HP, IBM, Lenovo, Microsoft, Samsung, entre outros.