Ricardo Lepper, CEO da SoftExpert. Foto: Divulgação.

A SoftExpert, fornecedora de software e serviços para automação e aprimoramento de processos de negócio, registou aumento de 17,5% em seu faturamento em 2017, chegando a R$ 70 milhões.

A companhia fechou o ano passado com 166 novos clientes, sendo 69 do exterior, um crescimento de 53% no número de novas contas fora do Brasil. 

Entre os novos clientes internacionais estão a unidade da japonesa Yorozu Automotive nos Estados Unidos, a operação colombiana da Pfizer, a fabricante de software ArisGlobal na Índia, a operação da polonesa Selena na Espanha, a Veolia Water Technologies no Canadá e a fornecedora de peças automotivas Penne na Bélgica. 

Com isso, a receita da companhia no exterior cresceu 56% em relação a 2016. 

No Brasil, a companhia passou a atender nomes como Cacau Show, Electrolux, Vivara, Via Varejo e Engie Brasil.

"A expertise que alcançamos atendendo a multinacionais dos mais diversos segmentos em mais de trinta países, nos levou, nos últimos 5 anos, a um crescimento orgânico médio das exportações da ordem de 30% ao ano. Vamos acelerar este processo de expansão das operações no exterior, com foco em mercados como Europa, Ásia e Estados Unidos, além dos países que formam o G20", detalha Ricardo Lepper, CEO da companhia.

A companhia abriu um escritório nos Estados Unidos com ênfase no desenvolvimento de alianças estratégicas e contas globais de origem americana, e também no México, fechando o primeiro ano de sua unidade local com oito novas contas conquistadas. 

"O Brasil representa menos de 3% da economia mundial. Portanto, nossos principais investimentos e estratégias de crescimento 'made in Brazil' seguirão direcionados para o exterior, cujo mercado consumidor oferece muito mais oportunidades para crescimento em larga escala", finaliza Lepper.

Fundada em 1995, a SoftExpert conta atualmente com mais de 2 mil clientes e 300 mil usuários ao redor do mundo.