NUVEM

Instituto Federal do Piauí usa AWS com Embratel

02/03/2020 15:08

Instituição é uma das primeiras implementações da mega licitação do ano passado.

Embratel está liderando grande implantação de nuvem no governo. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

O Instituto Federal do Piauí (IFPI), instituição de ensino ligada ao Ministério da Educação, vai migrar os seus servidores para a nuvem da AWS, em um projeto feito com consultoria da Embratel. 

Com o projeto, o Sistema Unificado de Administração Pública (Suap), responsável pela informatização dos processos administrativos e gerência organizacional do IFPI, passará a rodar na nuvem, entre outros sistemas. 

Antes da migração feita pelo cliente, a Embratel também criou redes e dispositivos de segurança para suporte da infraestrutura do IFPI na Nuvem, como WAF (Firewall de Aplicativos Web), para interceptação de tentativas de ataques cibernéticos aos sistemas. 

O acesso para gerenciamento dos dados em Nuvem é feito por meio do Painel Multicloud Embratel, uma plataforma de gestão de múltiplas Clouds, por pessoas previamente definidas pelo IFPI.

“Queremos proporcionar mais facilidade e qualidade no acesso às informações e ferramentas para uma experiência mais positiva, rápida e simples aos usuários”, diz Eduilson Livio Neves da Costa Carneiro, Diretor de Tecnologia da Informação do IFPI.

O Instituto Federal do Piauí é uma instituição de ensino básico, técnico e superior especializada na oferta de educação tecnológica e profissional em diferentes modalidades de ensino. 

O projeto com a Embratel faz parte de licitação vencida pela empresa para fornecimento de soluções, apoio técnico e treinamento de computação em nuvem para diversos órgãos do governo federal.

Em nota, a Embratel não chega a mencionar a dimensão global da iniciativa.

Recentemente, o site brasiliense Convergência Digital revelou que o projeto envolve  23 órgãos públicos, 10 deles que constavam da ata original e mais 13 que aderiram à licitação depois.

Como resultado, o pregão de R$ 29,9 milhões já alcançou R$ 55 milhões em contratações de serviço.

Estão previstas migrações para a AWS em órgãos tão diferentes como  Ministério da Fazenda, Cade, Polícia Rodoviária Federal,  Agência Nacional de Águas, Conselho Nacional de Justiça, INSS e o Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Veja também

NUVEM
Bravo, ex-ACI, assume Google Cloud

Google segue contratando nomes de peso para sua operação cloud na América Latina.

INFRA
Serttel usa nuvem Google com Tivit

Empresa vai armazenar um grande volume de dados na nuvem.

ESPAÇO
Cade gasta em data center próprio

Diretriz é migrar para a nuvem, mas nem todo mundo parece estar de acordo em Brasília.

SOLUÇÕES
Oi quer ser um player de TI para valer

Operadora quer dobrar participação de serviços de TI na receita até 2024.

EFICIÊNCIA
Banco do Brasil gere energia com Embratel

A solução agrega a tecnologia dos gerenciadores energéticos com o trabalho de consultoria.

ESTRATÉGIA
T-Systems troca Porto Alegre por Curitiba

Novo executivo atenderá a região Sul a partir da capital paranaense.

CASAMENTO
Telecom Italia fecha acordo com Google

Mais uma telco decide mudar seu approach no mercado de computação em nuvem.

TROCA TROCA
Claranet contrata ex-Tivit para assumir Brasil

Fábio Amigo substitui executivo que foi contratado pela mesma Tivit no ano passado.

PROJETÃO
3M migra ERP da SAP para AWS

Gigante industrial vai colocar uma série de sistemas na nuvem em nível global.

CLOUD
Grupo R Carvalho migra para Oracle

Rede de supermercados possui 25 lojas no Piauí e no Maranhão.