Mensagens na concorrência com o Facebook. Ftoto: divulgação.

Seriam os apps de mensagens por celulares as novas redes sociais? Segundo dados levantados na América do Norte, Ásia e Europa, aplicações como o Whatsapp estão ganhando em popularidade e ameaçando até a supremacia de gigantes como Facebook.

Segundo informa o Estadão, mais jovens estão aderindo ao uso de plataformas como o Kik, KakaoTalk, LINE e WeChat, outros serviços de aliam funções de rede social e mensageiro instantâneo.

Os apps oferecem um caminho rápido para a troca de informações direta ou em grupos, sem precisar dos planos de SMS das operadoras ou das redes sociais baseadas na web.

A Kik, de Waterloo, Canadá, já registra cerca de 40 milhões de contas na solução. O Whatsapp, que já amealha usuários no Brasil, é o maior concorrente.

O WeChat, da Tencent, tem mais de 400 milhões de usuários - número bem superior ao do Twitter, para comparação - e o LINE e o KakaoTalk têm, respectivamente, 120 milhões e 80 milhões de usuários.

Claro que é ainda é um longo caminho para destronar o Facebook, que conta atualmente com 1 bilhão de usuários. Além disso, a rede de Mark Zuckerberg já está de olho na plataforma móvel, e lançou um serviço próprio de mensagens instantâneas dentro do app de sua rede.

O Facebook, com um bilhão de usuários, continua a ser de longe o site mais popular do mundo, e seu recente foco nos aparelhos móveis fez dele também o app mais usado em smartphones.

No entanto, o duelo deve ficar mais ferrenho em breve. Os maiores desses aplicativos estão começando a emergir como "plataformas" completas, capazes de rodar apps e jogos de terceiros.
Mas as redes sociais estabelecidas também podem tentar tomar o controle dos rivais iniciantes - e o Facebook já demonstrou seu apetite por aquisições.

Kent Goldman, sócio da First Round Capital, uma empresa de capital para empreendimentos, disse que era improvável que o mercado fosse capaz de sustentar grande número de empresas independentes de mensagens, em longo prazo, porque o crescimento tornaria algumas delas mais poderosas.

"E ninguém vai querer ser o mais fraco quando chegar a hora", disse ele.