Apps tratam de problemas urbanos. Foto: flickr.com/photos/jonathanadami

 A New Cities Foundation anunciou a lista dos dez candidatos ao Prêmio AppMyCity que concorrem ao título de melhor aplicativo urbano do mundo e ao valor de US$ 5 mil. Entre eles, quatro são brasileiros.

Os dez semifinalistas vêm de seis países, de todos os cinco continentes. Conforme a fundação, os apps foram selecionados por seu potencial de melhorar e impactar a experiência urbana.

Até a próxima terça-feira, 07, os jurados selecionarão os três melhores para a final. Além do prêmio para o vencedor, os criadores dos apps finalistas, participarão do New Cities Summit, evento que trata de problemas urbanos. O primeiro lugar será anunciado no encontro.

Conheça os aplicativos semifinalistas brasileiros:

- Colab.re (Recife) conecta os cidadãos às cidades, permitindo que eles reportem problemas urbanos diários, proponham novos projetos e soluções, e avaliem os serviços públicos.
- Urbanias (São Paulo) é uma plataforma que incentiva os usuários a explorar e observar os acontecimentos locais e relatar problemas que são encaminhados para os responsáveis.
- Paprika (Rio de Janeiro) ajuda os usuários a criar “redes sociais instantâneas” personalizadas, em qualquer parte da cidade para discutir eventos diários e questões globais, trocando informações localizadas.
- VaiRio (Rio de Janeiro) guia moradores e visitantes pelo trânsito, com o objetivo de reduzir o tempo e as emissões de gases do efeito estufa.

De outros países:

- AirCasting (Nova York, Estados Unidos) é uma plataforma para gravar, mapear e compartilhar dados de saúde e meio ambiente, por meio de medidas do mundo real, anotações e compartilhamento no CrowdMap.
- PublicStuff (Filadélfia, Estados Unidos) ajuda governos urbanos a transformar perguntas cívicas em melhorias cívicas tangíveis, conectando as pessoas diretamente a seus representantes municipais e umas com as outras.
- iWhisper (Amsterdam, Holanda) oferece áudio-tours e experiências de áudio com base na localização, por meio de aplicativos customizados para cidades, que oferecem aos cidadãos e visitantes diversas experiências de áudio.
- BuzzJourney (Kfar-Saba, Israel) mapeia todas as rotas do ponto A ao ponto B através do transporte público, ônibus, trens, táxis, aluguel de bicicletas, e facilita o compartilhamento de caronas em tempo real, permitindo que qualquer motorista transforme seu carro em um táxi temporário.
- Dérive app (Johanesburgo, África do Sul) é uma forma gerada aleatoriamente para explorar e se envolver com uma nova cidade.
- Walkability app (Nova New Délhi, Índia) faz o crowdsourcing de dados sobre possibilidade de caminhar, para informar o governo sobre formas de recriar espaços urbanos onde se possa caminhar.