REGRAS

RS tem home office para servidores

02/06/2022 07:33

Pedidos serão avaliados por comitês. Quem for para casa arca com os custos.

Funcionária deixa o Piratini, sede do executivo gaúcho. Fotos: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini.

Tamanho da fonte: -A+A

O governo do Rio Grande do Sul publicou suas regras para o trabalho em casa para funcionários públicos do executivo e cargos de confiança nesta quarta-feira, 1.

Publicado no Diário Oficial do Estado, o decreto 56.536 determina que o teletrabalho poderá ser solicitado pelos servidores que “desempenhem atividades compatíveis com o regime especial” e que estejam “em setores que possuam mecanismo de controle de produtividade”.

Os interessados deverão fazer uma solicitação para os seus chefes, a ser analisada por um comitê da secretaria ou órgão no qual exerce a sua atividade.

Serão priorizados pessoas com deficiência, gestantes e lactantes, quem tem filho ou dependente em idade pré-escolar e quem tem 60 anos ou mais.

O decreto também estabelece que a adesão ao formato será “voluntária”, motivo pelo qual os custos com equipamento, mobiliário e outros ficam à cargo do próprio funcionário.

Por outro lado, o ponto não será exigido no serviço público gaúcho. Além disso, em casos específicos, será autorizado que o servidor atue em teletrabalho em horário diferente do que realiza atualmente no formato presencial.

O servidor que migrar para o teletrabalho terá, segundo o governo do Estado, um plano de trabalho que será pactuado com o comitê do órgão onde atua. 

No documento, constará o horário diário de início e fim da atividade, os dias em que o funcionário deverá comparecer presencialmente (nos casos de teletrabalho parcial), as metas e entregas exigidas, entre outras atribuições.

Como no resto do país, o home office foi introduzido à força no serviço público gaúcho durante os anos da pandemia do coronavírus.

Hoje, os funcionários públicos que seguem trabalhando em casa são uma minoria. 

A Secretaria Estadual de Planejamento, Governança e Gestão afirmou que, em abril, 5% dos servidores estavam em teletrabalho.

Veja também

DEU
Musk: chega de home office

Funcionários da Tesla devem ficar no mínimo 40 horas no escritório.

TRABALHO
Governo regula home office

Normas trazem grande chance de negócio para soluções de comunicação.

TRABALHO
Regras de home office mudaram. Quais os impactos?

É preciso que as empresas atentem para alguns pontos.

JUSTIÇA
TRF3 segue fora do ar

O maior Tribunal Regional Federal do país foi atacado na última quarta-feira, 30.

2022
Coreia do Norte cria profissional de TI fake

Espiões fingem ser funcionários remotos para colher dados e roubar dinheiro.

CENTRO-OESTE
Sonda vence licitação de R$ 887 mi no MS

A empresa vai implantar 7 mil quilômetros de rede de fibra óptica no estado.