Susana Kakuta, diretora do Tecnosinos.

Tamanho da fonte: -A+A

O Tecnosinos abriu as inscrições para o prêmio Padre Francisco Xavier Roser SJ de Empreendedorismo de Inovação nesta segunda-feira, 02.

A premiação é destinada a alunos e professores da Unisinos e empresas instaladas no parque tecnológico da universidade.

“É o primeiro parque com uma premiação nesse modelo.  O objetivo é valorizar quem quer inovar propondo novas soluções para o mercado”, afirma Susana Kakuta, diretora do Tecnosinos.

Serão aceitas propostas em duas linhas temáticas: aplicativos de software (apps) e produtos ou processos tecnológicos.

As linhas abrangem inovações em desenvolvimento de apps inovadores para saúde, educação ou meio ambiente e soluções em RFID, internet das coisas , computação ubíqua e sistemas embarcados, smart grids, eficiência energética e energias alternativas, soluções para indústria criativa ou novos alimentos.

O vencedor será decidido por uma banca formada por profissionais de fundos de investimento, empresários e comunidade acadêmica. O prêmio é a cobertura total dos custos de incubação durante um ano.

As propostas serão recebidas até a segunda-feira, 23. Os projetos classificados serão divulgados ao final do mês de julho e o vencedor, em outubro. A premiação será anual.

O Tecnosinos fechou 2011 com um faturamento total de R$ 1,3 bilhão, gerando 4 mil empregos.

ZAVIER ROSER
Francisco Zavier Roser foi um padre jesuíta inovador para o seu tempo. Na década de 1950, iniciou a pesquisa científica na PUC-Rio e, em 1957, fundou o Instituto de Física e Matemática da universidade.

Durante os estudos de Teologia na Áustria, Roser cursou simultaneamente Física na Universidade de Innsbruck, onde concluiu o doutorado orientado por Victor Hess, prêmio Nobel de Física em 1936.