André Tácito. Foto: divulgação.

A Avnet, empresa internacional de distribuição em TI e parceira Oracle no Brasil, está investindo na especialização de seus canais para otimizar a oferta de soluções da companhia.

Segundo a companhia, que esteve no Oracle Open World Latin America, em São Paulo, a manobra será decisiva para qualificar a proposta de valor de seu portfólio, tanto nas soluções on-premise como também na nuvem, anunciado como o novo carro-chefe da Oracle.

A empresa tem presença em cerca de 90 países, com um faturamento de US$ 27 bilhões anuais, mas chegou ao Brasil e América Latina apenas em 2010, após comprar duas distribuidoras locais (Tallard e Bell Micro).

Desde então, segundo destacou André Tácito, gerente de negócios da Avnet Brasil, a companhia está focada em ampliar seus ganhos em serviços no país, e a Oracle é um dos principais motores desta guinada.

"Nossa presença Oracle ainda é concentrada em produtos de banco de dados on premise, mas estamos nos preparando para escalar nossa presença com SaaS e PaaS, qualificando nossos canais atuais e buscando novos parceiros", afirmou André Tácito, gerente de negócios da Avnet Brasil.

Um dos desafios da empresa será o de aumentar as vendas da solução de banco de dados, no modelo de plataforma como serviço (PaaS), um esforço que exigirá uma reeducação de muitos de seus canais.

"Estamos investindo para qualificar nossos canais second tier para um modelo mais especializado, tanto na parte de PaaS, como de SaaS. Com base em nossa expertise internacional, os canais que se qualificam em soluções ou verticais específicas estão conquistando melhores resultados", afirmou Tácito.

Embora a empresa não divulgue seus resultados regionais, o gerente afirma que o Brasil está especialmente aquecido, com um crescimento anual de 150%, puxado por segmentos como público, finaneiro e varejo. Na parte de apps em SaaS, a empresa registrou um aumento de 35% no último ano.

"Atualmente a proporção de nossos negócios é de 95% para segmento privado e 5% no setor público. Para 2016, queremos crescer nossa participação no segmento público para 15%", detalhou Tácito.

A expansão envolve também investimentos de cobertura geográfica. No último ano, a companhia levou operações para as regiões Norte e Nordeste, assim como Brasília, movimento decisivo para acelerar no setor público.

"Também contamos com um executivo em Porto Alegre e temos planos de crescimento na região Sul, com parceiros importante como a Teiko, de Santa Catarina, entre outros", afirmou o executivo.

*Leandro Souza viajou para o Oracle Open World em São Paulo a convite da Oracle.