Baguete
InícioNotícias> Santander: £20 mi para fintechs

Tamanho da fonte:-A+A

INVESTINDO

Santander: £20 mi para fintechs

Leandro Souza
// quinta, 02/07/2015 11:11

O Grupo Santander quer se tornar uma força dentro do emergente mercado das fintechs, startups de tecnologia para o segmento financeiro, ao anunciar uma parceria de £ 20 milhões com a companhia de m-payment Monitise.

Santander aumenta investimento em fintechs. Foto: divulgação.

Juntas, as companhias fundarão uma joint-venture para investir no desenvolvimento de novas fintechs, de olho implementar suas soluções em âmbito global. A informação é do Business Insider.

Além dos investimentos, a nova empresa (que ainda não tem nome definido) terão acesso às tecnologias em nuvem da Monitise para conectar seus serviços ao segmento bancário e ter parcerias facilitadas com o Santander, décimo maior banco do mundo, conforme a Forbes.

A medida do Santander vem no rastro de um outro investimento que a empresa fez no ano passado, em que destinou US$ 100 milhões a um fundo para aportes em fintechs.

Segundo analistas, este posicionamento do banco espanhol mostra o quão sério ele leva a ameaça (ou o potencial) destas startups a sério. De acordo com o banco norte-americano Goldman Sachs, 20% dos lucros do setor financeiro devem ir para as novas plataformas destas fintechs até 2020.

Bancos como o Santander e o britânico Barclays estão acordando para a concorrência que as startups - mais baratas e rápidas - estão levando aos antigos e pesados bancos, através de novas tecnologias e mobilidade.

O líder global de P&D do Santander, Julio Faura, que será um dos responsáveis pela nova joint-venture, afirmou recentemente à imprensa que o banco está experimentando com o uso de bitcoin.

Para analistas, o plano do banco espanhol é evitar que novas startups cheguem a ser uma pedra no sapato, assim como também trazê-las para perto ao ter como uma aliada de inovação.

"Mantenha seus amigos perto e seus inimigos mais perto ainda, como diz o ditado", declarou Oscar Williams, do Business Insider.

Leandro Souza