A Suécia avisa os doadores por SMS quando o sangue é passado adiante. Foto: wavebreakmedia/Shutterstock.

Com as taxas de doação de sangue caindo em todo o mundo, o serviço de sangue da Suécia vai usar a tecnologia para voltar a elevar o índice. A organização irá enviar um SMS para os doadores quando o sangue fornecido for utilizado para salvar vidas.

Ao doar, um SMS é enviado como agradecimento, mas a pessoa volta a receber uma mensagem quando o sangue for efetivamente usado.

"Estamos constantemente tentando desenvolver maneiras de expressar a importância dos doadores. Queremos da um retorno para o esforço deles, e essa maneira de fazer isso", disse ao The Independent a gerente de comunicação do serviço de sangue de Estocolmo, Karolina Blom Wiberg.

O serviço diz que as mensagens para doadores dão uma resposta positiva sobre a forma como eles ajudaram a população, o que os encoraja a doar novamente.

Segundo o Independent, a nova política também tem sido um sucesso nas mídias sociais e tem feito as pessoas falarem sobre a doação de sangue com os amigos.

O programa foi iniciado em Estocolmo, há três anos, mas está sendo gradualmente implementado em outras áreas do o país depois de uma recepção positiva.

Na Grã-Bretanha, como na maioria dos países ocidentais há um grande declínio nas doações de sangue. De acordo com dados divulgados pelo serviço de saúde da região, em 10 anos o número de doadores caiu 40%.

A Suécia tem enfrentado problemas semelhantes, e as autoridades decidiram que a melhor maneira de evitar as deficiências é ser o mais aberto possível sobre os níveis exatos de sangue em estoque.

Em Estocolmo, os moradores podem ver, no site do serviço de sangue, um gráfico que mostra a quantidade de sangue disponível em tempo real.

Outra iniciativa é um pedido para que doadores assinem um contrato concordando que as autoridades estão autorizados a “importuná-los” de forma agressiva por mensagens de texto, Facebook e e-mail com informações sobre doação de sangue.