Em Santa Catarina, todas as compras do governo deverão ser feitas através do pregão eletrônico. Foto: Pexels.

O estado de Santa Catarina decretou esta semana que todas as compras do governo deverão ser feitas através do pregão eletrônico. 

No Brasil, outros locais com determinações desse tipo são as capitais Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, além dos estados Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. 

O decreto facilita que fornecedores de todas as partes do Brasil participem dos processos licitatórios de SC, gerando mais economia por meio do aumento das ofertas. 

No ano passado, ocorreram mais de 270 pregões presenciais pelo estado, um total  de R$ 258,1 milhões em compras e contratações. 

“Recentemente presenciamos a operação Alcatraz, que estava investigando desvios realizados através das licitações. Uma medida como essa, que digitaliza o processo e o torna acessível para todos, é fundamental para promover a transparência pública e gerar oportunidades para pequenos empreendedores que desejam entrar no ramo das licitações”, comenta Fernando Salla, CEO da Effecti, startup especializada em desenvolver soluções para fornecedores participantes de licitações.