FBI gere impressões com Lexmark. Foto: reprodução

A Lexmark anuncia que se tornou a fornecedora exclusiva de soluções de impressão para o FBI, em um contrato de três anos, estimado em mais de US$ 30 milhões.

A companhia irá substituir os cerca de 20 mil dispositivos de impressão atualmente usados pelo bureau por impressoras e multifuncionais coloridas monocromáticas, tudo conectado à nuvem da infraestrutura de TI do FBI, o que irá reduzir custos, segundo Marty Canning, vice-presidente executivo da Lexmark e presidente de Soluções de Imagens e Serviços da empresa.

Em alguns meses de uso, a solução já trouxe economia de mais de US$ 2,5 bilhões, e a proposta da Lexmark é reduzir os gastos do órgão em US$ 10 bilhões até 2020.

A empresa também vai implantar o Markvision Enterprise, seu dispositivo de gestão de software para impressoras e multifuncionais em rede, em todo o ambiente de impressão do FBI, que recentemente ganhou recursos de monitoramento e ampliação da capacidade de reportes.

A Lexmark entregou o seu Cartão de Acesso Comum (CAC), que habilita toda essa tecnologia de impressão e soluções em 142 locais do FBI, por meio da Intelligent Decisions, empresa que desenvolve soluções de TI para órgãos de defesa e inteligência.

“Há uma razão pela qual a Lexmark tem uma presença forte hoje em oito das 10 principais agências federais dos EUA", diz Canning. "Acumulamos anos de experiência na área do governo federal, o que nos dá vantagem no apoio às suas missões e iniciativas", finaliza.