No voo, os tablets terão dados como mapa de assentos e atividades a serem realizadas. Foto: Divulgação.

Os comissários da Gol passarão a utilizar tablets durante o voo. O equipamento foi projetado para auxiliar os tripulantes na gestão das informações sobre os passageiros, serviço de bordo e também dados operacionais.

A ferramenta, que ficará aos cuidados do chefe de cabine, trará informações como o mapa de assentos com o nome de todos os clientes a bordo, seu perfil junto à companhia, solicitações de cuidados especiais -  como menores desacompanhados, idosos ou usuários de cadeiras de rodas -, passageiros com conexões e escalas, entre outros. 

Além disso, também reunirá os dados do voo, relatórios de atividades a serem realizadas a bordo, dados gerais da tripulação e demais informações operacionais.

“Com a utilização desta tecnologia será possível, por meio de nossa tripulação, trazer mais agilidade e melhorias necessárias nos processos operacionais, oferecendo cada vez mais um atendimento de excelência e personalizado aos nossos clientes”, comenta Paulo Miranda, diretor de Produtos e Experiência do cliente na GOL.

O novo sistema teve início como piloto na ponte aérea Rio - São Paulo e será expandido gradativamente para uso em toda a malha da companhia – nacional e internacional.

“Desenvolvemos com recursos internos uma plataforma conectada com as atividades em tempo real, otimizando os processos internos, garantindo a assertividade de todas as informações e, principalmente, possibilitando a rápida comunicação entre a companhia e o cliente”, explica o diretor de TI da GOL, Paulo Palaia.

A Gol oferece 800 voos diários, para 65 destinos domésticos e internacionais - para a América do Sul e Caribe.