Coca Cola. Foto: flickr.com/photos/thewazir

A Coca-Cola Femsa comprou a Spaipa por US$ 1,85 bilhão (cerca de R$ 4,4 bilhões), em negócio anunciado neste sábado, 31.

Sediada em Curitiba, a Spaipa  é a distribuidora de produtos Coca-Cola para o Paraná e também para mais da metade de São Paulo, sendo a segunda maior parceira da fabricante de refrigerantes no Brasil.

A empresa atende 399 cidades no Paraná e 336 em São Paulo, operando fábricas em Curitiba, Maringá, Marília e Bauru e mais sete centros de distribuição.

No ano passado, a Spaipa a receita líquida foi de cerca de US$ 929 milhões.

A compradora é uma joint-venture entre a Coca Cola e a Femsa, tida como a maior engarrafadora da multinacional no mundo.

“Há uma grande complementaridade entre os territórios das duas empresas. Isso nos permitirá ganhos logísticos e maior eficiência no atendimento de nossos clientes. Fico contente de que tenhamos capturado mais esta oportunidade de ampliação de nossa atuação no Brasil”, relata José Ramón Martínez, presidente da Coca-Cola Femsa Brasil em comunicado ao mercado.

Desde 2003, quando começou a operar no Brasil, esta é a sétima aquisição realizada pela Coca-Cola Femsa no Brasil.

A primeira aconteceu ao assumir por US$ 3,6 bilhões o controle da Panamco, que atuava no litoral de São Paulo e em parte do interior do estado. Em 2008, a empresa comprou a Remil, franquia que atuava no estado de Minas Gerais.

No mesmo ano, também houve a compra da Sucos Mais, da Sucos Del Valle e da Matte Leão, empresas que hoje fazem parte da Leão Alimentos, da qual a Coca-Cola Femsa Brasil é acionista.

Em agosto desde ano, a empresa adquiriu a Cia Fluminense de Refrigerantes por US$ 448 milhões.