Portal WebMotors migrou para AWS. Foto: Nata-Lia/Shutterstock.com.

O WebMotors, portal especializado no setor automotivo, migrou 100% de sua infraestrutura para cloud computing da plataforma Amazon Web Services (AWS). Com a mudança, o carregamento médio do site ficou 45% mais rápido.

O portal possuía uma infraestrutura baseada no modelo on-premise, com servidores dedicados em um data center local, trocado em junho pela AWS. 

O planejamento de todas as etapas da migração, o escopo do projeto e a execução foram elaborados pela CredibiliT, empresa de consultoria de TI especializada em cloud computing que hoje faz toda a manutenção do ambiente Cloud WebMotors.

Segundo Marco Lonzetti, CIO do WebMotors, a migração para a nuvem possibilita o ganho de escala na estrutura de servidores e uma maior flexibilização nos processos de atualização do portal.

Um dos primeiros ganhos da modificação foi a otimização da navegação do internauta. 

“Nosso objetivo era, prioritariamente, melhorar a performance do portal. O trabalho apenas começou, mas já reduzimos o tempo médio de carregamento da homepage de 11 para 6 segundos, em média. As requisições em nossos servidores têm respostas 45% mais rápidas, segundo levantamento do Google Analytics”, explica o executivo.

O portal possui hoje mais de 200 mil anúncios e aproximadamente 2 TB de imagens e vídeos, agora num ambiente que corresponde a mais de 70 servidores

. A migração também possibilitará que o WebMotors adote, futuramente, o modelo DevOps, metodologia que permite o rápido desenvolvimento e implementação de melhorias sem perda da qualidade, para alinhar os times de desenvolvimento e operações em relação a processos, ferramentas e responsabilidades. 

Para este semestre, a empresa programou modificações no site, além do lançamento de aplicativos transacionais para dispositivos móveis. 

“O objetivo é nos tornarmos definitivamente multi-plataforma. Nossos clientes esperam gerar negócios onde quer que estejam, em um menor período de tempo. Nossa expectativa é nos tornarmos um empresa mobile first ainda em 2015”, projeta Lonzetti.

O portal WebMotors foi criado em 1995, no início da internet brasileira. O Grupo Santander Brasil passou a ser seu principal controlador, logo após a aquisição do ABN AMRO, em 2002. 

Em abril de 2013, o grupo australiano Carsales, maior website de classificados e serviços para autos da Oceania e um dos principais do mundo, adquiriu, por R$ 180 milhões, 30% do capital acionário do WebMotors.

Com 18 milhões de visitas mensais, o WebMotors oferece um serviço de classificados de veículos novos e usados com mais de 200 mil ofertas por mês.