O Grupo Santa Luzia acaba de contratar o SoftExpert Excellence Suite (SE Suite). Foto: Divulgação.

O Grupo Santa Luzia, empresa catarinense fundada em 1974, acaba de contratar o SoftExpert Excellence Suite (SE Suite). O objetivo da implantação é ter mais eficiência na gestão dos processos da qualidade e projetos, além de maior integração e automatização.

No último ano, a empresa investiu mais de R$ 4,5 milhões na estruturação da sua área técnica com aquisição de aparelhos de última tecnologia e estrutura física. 

O projeto da SoftExpert no Santa Luzia está focado na Gestão da Qualidade Empresarial (EQM) e conta com os módulos SE Action Plan, SE Audit, SE BI, SE Competence, SE Document, SE Incident, SE Performance, SE Problem Manager, SE Process, SE Training e SE Workflow. 

Após a implantação do SE Suite e ambientação dos colaboradores com o software, o grupo planeja aderir a mais módulos de gestão do sistema da empresa de Joinville.

“Esperamos que a ferramenta seja inserida da melhor forma possível na cultura da nossa empresa. Alcançando os resultados almejados, certamente vamos implantar novos módulos”, afirma o gerente de Tecnologia da Informação do Santa Luzia, Haroldo Nascimento.

Com uma equipe de 600 colaboradores distribuídos em 30 unidades de atendimento, incluindo 5 unidades nos hospitais da grande Florianópolis, o Grupo Santa Luzia executa, em média, mais de 500 mil exames por mês, além de reforços para a prevenção e saúde, atendendo os principais centros clínicos da região. 

Além disso, atende a mais de 500 convênios, realizando serviços de vacinação e coleta, sendo o primeiro laboratório médico da grande Florianópolis a oferecer atendimento 24 horas na unidade Baía Sul Medical Center, onde são coletados mais de mil exames por mês. 

 Fundada em 1995, a SoftExpert conta atualmente com mais de 2 mil clientes e 300 mil usuários ao redor do mundo.

A SoftExpert registrou, em 2013, um crescimento no lucro de 34% em comparação ao ano anterior. Ela também contabilizou um aumento de 15% nos negócios concretizados com clientes nacionais e internacionais, ultrapassando a marca de R$ 50 milhões. 

No início do ano a empresa afirmou que previa para 2014 um crescimento de 25% no faturamento global e 50% no faturamento do mercado internacional.