Marcos Donner.

Marcos Donner, ex-gerente de segurança da informação do Sicredi, acaba de assumir a posição no Banco Agiplan.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada pelo Baguete. Procurado, o Banco Agiplan não se manifestou até o fechamento desta matéria.

Recentemente, a TI do Banco Agiplan foi assumida por Fernando Castro, ex-líder de transformação digital do Sicredi.

Donner estava no Sicredi há cinco anos, tendo vindo da Embratec Good Card, empresa de convênios do Grupo Ernesto Correa, onde era CSO.

O executivo é experiente em segurança no ramo financeiro, com outra passagem pelo Sicredi entre 2005 e 2009 e um período de cinco anos no Banco Matone.

Donner foi destacado algumas vezes no Security Leaders, congresso sobre Segurança da Informação e Risco que é a referência nacional na área.

O time de TI da Agiplan vem passando por mudanças nos últimos tempos.

Na semana passada, o Baguete noticiou a saída do gerente de infraestrutura de TI Cristiano Silveira.

Do time antigo permanece na empresa Rodolfo Marun, gerente responsável pela área de sistemas. Ele foi contratado em janeiro de 2015, vindo da Bovespa.

O novo time tem um cenário desafiador em mãos, com uma instituição em crescimento e novos produtos.

A empresa incorporou no começo de 2016 o Banco Gerador, com forte atuação de varejo e atacado no Nordeste do Brasil e 200 mil clientes.

Com a aquisição, a Agiplan, até então concentrada no mercado de empréstimos pessoais, se tornou um banco e deu um passo mais ousado no final do ano passado com o lançamento do Agipag.

Baseado na tecnologia de conta corrente do Gerador e tendo a Stefanini com uma participação minoritária, o Agipag é um sistema de micropagamentos móveis que ainda está dando os primeiros passos no mercado.

O antecessor de Castro, Eduardo Amorin, também acumulava o cargo de CEO do Agipag, um sistema de micropagamentos e conta digital no celular lançado no final do ano passado pelo banco gaúcho.

A reportagem do Baguete não conseguiu averiguar se Castro também terá as duas funções.

O Sicredi está passando por sua própria turbulência desde a saída do diretor de TI e operações Paulino Rodrigues em julho.

Desde então, o banco coorperativo gaúcho tem "exportado" profissionais para outras instituições como a Agiplan.