Marise De Luca, diretora de Cidades Inteligentes para América Latina e Caribe da Ericsson. Foto: Divulgação.

A Ericsson anunciou Marise De Luca como diretora de Cidades Inteligentes para América Latina e Caribe. A executiva será responsável por assessorar empresas e municípios interessados em investir  no desenvolvimento de cidades inteligentes e nos benefícios da Sociedade Conectada para os centros urbanos.

Antes de ingressar na Ericsson, em 2004, Marise trabalhou como gerente-sênior de Negócios em Telecomunicações, Mídia e Alta Tecnologia da Accenture Brasil e como CIO da Oi. Além disso, foi diretora de TI nas operadoras móveis Americel, Claro e ATL, empresas do Grupo América Móvil.

Segundo a Ericsson, a empresa pode desempenhar um papel importante para o futuro das cidades, oferecendo soluções TIC para gerenciar aspectos-chave dos municípios, como segurança, distribuição de energia, operações da rede elétrica e hídrica, casas sustentáveis, veículos e transporte conectados, além da mobilidade urbana integrada e sustentabilidade.

“Hoje, mais pessoas estão vivendo nas cidades do que nas áreas rurais, e, em 2050, 70% da população mundial deverá residir em áreas urbanas. Assegurar que nossas cidades sejam criativas, conectadas e sustentáveis é um grande desafio, mas também uma oportunidade para melhorar a vida de bilhões de pessoas”, afirma Marise De Luca, diretora de Cidades Inteligentes da Ericsson América Latina.

Marise é bacharel em Matemática pela PUC-SP, pós-graduada em Tecnologias e Sistemas da Informação no Instituto Mauá de Tecnologia e possui MBA em Gestão Empresarial pela UNISINOS.

No ano passado, a Ericsson foi escolhida pela Telefônica para integrar soluções de estacionamento e iluminação inteligentes ao seu projeto de Cidade Digital, em Águas de São Pedro, no interior de São Paulo.

Em Canoas, no Rio Grande do Sul, a implantação da Cidade Digital ocorreu em parceria com a Alvarion, que forneceu os rádios, e com a Ericsson, responsável pelo PABX IP. O projeto foi desenvolvido pela Damovo do Brasil em 2008.