Competição preparatória de tiro ao alvo no Rio. Foto: Rio 2016/Alex Ferro.

A Symantec será a fornecedora oficial de softwares de segurança da informação dos Jogos Olímpicos Rio 2016.  

O contrato tem duração de dois anos e contempla o fornecimento, implementação e operação de mais de 15 soluções de segurança da Symantec como o Endpoint Security, Data Loss Prevention e Mobile Security Management, que darão suporte às operações de tecnologia Rio 2016 nas plataformas móveis, nuvem, PCs e também servidores.

A empresa também proverá suporte técnico, consultoria e treinamento.  

A Symantec terá uma equipe local de 15 profissionais – engenheiros, analistas e pesquisadores, alocados no Centro de Operações de Tecnologia do Rio 2016. 

Ela trabalhará em sinergia com o time mundial de Tecnologia de Segurança e Resposta da Symantec (STAR) no monitoramento de ameaças e ataques maliciosos por meio de 130 milhões de sistemas conectados à internet e 240 mil sensores de rede localizados em mais de 200 países. 

O fornecimento de soluções de segurança para os jogos olímpicos deve ser usado daqui para frente como uma estratégia de marketing pela Symantec, que nos últimos meses passou por uma reformulação importante no Brasil.

Sérgio Chaia, ex-presidente da Nextel, assumiu a subsidiária brasileira da Symantec em março de 2014, sendo o primeiro executivo de fora da organização a liderar a companhia no Brasil.

A meta de Chaia, revelada ao Baguete Diário, é mostrar que a Symantec é mais que uma provedora de produtos de segurança, capaz de negociar com o negócio do cliente.

Para tanto, a multinacional mexeu todo o seu alto escalão no país, além de renovar a fundo no time de vendas como um todo, renovando 60% da equipe com 30 profissionais oriundos de companhias como IBM, EMC, Dell e Telefônica.