RESULTADO

Grupo GFT tem alta de 36% no lucro

03/03/2016 15:26

A receita consolidada aumentou 34% em relação a 2014, atingindo € 373,51 milhões.

Marco Santos, diretor geral para o Grupo GFT na América Latina. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo GFT anunciou hoje os resultados financeiros da empresa em 2015. A receita consolidada aumentou 34% em relação a 2014, atingindo € 373,51 milhões.

No Brasil, a empresa não divulga o valor alcançado, mas afirma que teve alta de 102% na receita.

“Esse excelente avanço se deve ao aumento da demanda por projetos de transformação digital para bancos, seguradoras, cartões entre outras empresas do seguimento financeiro. Mesmo diante da crise econômica, em 2015 crescemos em 60% o número de funcionários no Brasil, passando de 283 para 454 colaboradores”, afirma o diretor geral para o Grupo GFT na América Latina, Marco Santos.

Globalmente, o crescimento na receita tem relação com a atuação da empresa no ano e a aquisição da Rule Financial, do Reino Unido, em junho de 2014, e da espanhola Adesis Netlife SL, em julho de 2015. 

Os principais fatores de expansão devem-se às soluções de TI que atendem às demandas regulatórias e especialmente a programas de transformação digital dos processos de negócio de instituições financeiras.

Devido à evolução das receitas, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) atingiu € 44,56 milhões, o que representa uma melhora de 36% em relação aos € 32,82 milhões do ano anterior.

"A expectativa é que os orçamentos de TI para desenvolvimento de novas demandas regulatórias no setor financeiro mantenham-se elevados nos próximos anos. Ao mesmo tempo, acreditamos que os bancos - especialmente os bancos de varejo - estão investindo mais na transformação digital de seus processos de negócios", diz Ulrich Dietz, CEO do Grupo GFT.

O Grupo a GFT fechou o ano de 2015 com 4.050 colaboradores, um crescimento de 29% em relação ao mesmo período de 2014. 

O aumento  resulta da contratação de novos funcionários em vários países - sobretudo em centros de desenvolvimento na Espanha, Polônia, Costa Rica e no Brasil, além da aquisição da Adesis, com 300 colaboradores na Espanha e no México.

O Grupo GFT prevê uma receita de € 410 milhões em 2016, com EBITDA atingindo € 48,50 milhões.