Intel investindo pesado no Brasil. Foto: divulgação.

A Intel anunciou nesta quarta-feira, 03, a sua primeira aquisição de uma empresa brasileira. A escolhida foi a campinense ProFUSION, desenvolvedora de sistemas em HTML5.

Os valores da negociação não foram divulgados, mas segundo informações do Valor, a ProFUSION já conta com cinco anos de mercado, operando com 23 funcionários.

A companhia é focada na criação de interfaces com usuários e sistemas baseados na linguagem HTML 5, sendo atualmente o padrão desenvolvimento de páginas na internet e aplicações para celulares, tablets e Smart TVs.

De acordo com Nuno Simões, diretor da área de software da Intel, a companhia planeja intensificar a sua atuação no segmento no Brasil.

Atualmente a operação da empresa conta com 46 colaboradoras. O plano é chegar em 2015 com 80.

"Há alguns anos, notamos que o usuário não percebe a evolução do hardware se não tiver um software que acompanhe", disse Simões, durante evento voltado a jornalistas em São Paulo.

De acordo com Simões, não é descartada a hipótese de outras aquisições de companhias brasileiras por parte da fabricante.

"A área de software tem se desenvolvido assim. Não temos nada no momento, mas pode acontecer", afirmou.

Embora este seja a primeira aquisição direta da Intel no mercado nacional, a empresa, através de seu braço de investimentos Intel Capital já injetou dinheiro em diversas empresas nacionais para desenvolver soluções e recursos para os chips da companhia.

Presente na região desde 1999, a Intel Capital já fez mais de 40 investimentos na América Latina neste período. Só em 2012, a Intel Capital anunciou sete novos investimentos, seis deles no Brasil.

Entre as empresas que receberam aportes da Intel Capital estão a WebRadar, Geofusion e eLike.

Além disso, a empresa firmou este ano um acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e o Ministério da Educação para incentivar a pesquisa e desenvolvimento de TICs em áreas de interesse nacional, um investimento previsto de R$ 300 milhões.