Liliane Sarturi, gerente regional da LFG no Rio Grande do Sul. Foto: divulgação

A LFG, especializada em cursos preparatórios para carreiras públicas e Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, anuncia seu primeiro treinamento 100% online para o exame da OAB, após anos de experiência e mais de 560 mil aprovações com capacitações telepresenciais.

Uma notícia que pode facilitar a subida nos índices de aprovação do temido exame da OAB. Segundo a própria entidade, na primeira prova deste ano, 114.763 candidatos se inscreveram, dos quais pouco menos de 17% passaram para a fase prático-profissional, na qual somente dois terços - 11.820 - acabaram aprovados.

A taxa total de aprovação, porém, foi de 10,3% É o índice mais baixo desde que o exame foi unificado nacionalmente, em 2006.

As últimas quatro edições do exame tiveram aprovação de 18,14%, 14,97%, 25,42% e 24,01%, respectivamente.

Em quatro anos, de 2008 a 2011, o sistema de educação superior brasileiro colocou no mercado de trabalho 358,7 mil bacharéis em Direito. No mesmo período, a OAB habilitou 190,2 mil novos advogados e mais de um milhão de pessoas tentaram conseguir a carteirnha.

Como nova opção de curso, a LFG promete oferecer recursos para melhorar este quadro já que, na opinião de Liliane Sarturi, gerente regional da LFG no Rio Grande do Sul, a falta de tempo é um dos motivos mais comuns para os bacharéis em direito não se prepararem para as provas.

Para a executiva, o ensino online é uma forma de o estudante se disciplinar para aprender o conteúdo sem precisar se deslocar para uma aula presencial ou acessar um streaming via satélite em tempo real, como acontece nas opções telepresenciais.

“Cursos mais longos, como os chamados "cursos livres", não permitem que a gente repita essa oferta, mas no caso do preparatório para o Exame é viável. O aluno só precisa acessar os vídeos dos professores e uma lista de perguntas e respostas”, explica.

Ela explica que o preparatório online traz 112 videoaulas e cerca de 600 páginas de materiais de apoio, dois simulados e diagnósticos das questões cobradas nos últimos sete exames da OAB.

Ainda conforme Liliane, a oferta supre a demanda de cidades em que a LFG não tem unidades – são 410 operações da empresa em todo o Brasil, sendo 17 no estado (Porto Alegre, Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Ijuí, Lajeado, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana), mas ainda há o que cobrir.

“Apesar da concorrência, esse ainda é um nicho que precisa ser atendido”, acredita a gerente regional da companhia que desde 2008 integra a rede da Anhanguera Educacional, por quem foi comprada por R$ 180 milhões.

A oferta da LFG totalmente web começa com o “Maratona 1ª Fase Online”, que permite que o aluno acesse, durante dois meses, uma plataforma de conteúdo, com usuário e senha, em qualquer horário e dia, ao custo total de R$ 149,99.

Boa pedida para quem sabe que as inscrições para o X Exame de Ordem estão abertas, com uma novidade: a inclusão da área de conhecimento "Filosofia do Direito" entre o conteúdo que será abordado na primeira fase do exame.

O EXAME
Criado inicialmente pela Lei 4215, de 1963, o Exame da OAB foi regulamentado pela Lei 8906, de 04 de julho de 1994.

Em 2006, a prova foi unificada nacionalmente.

Em 2011, o Supremo Tribunal Federal em decisão unânime declarou a constitucionalidade do exame.

Hoje são três edições por ano e o candidato que não for aprovado pode fazer a edição seguinte.